Debate de reforma política deve ser ampliado, diz professor

Proposta apresentada em comissão especial da Câmara prevê lista fechada e teto para contribuições de eleitores

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail


.
Para o livre-docente do Departamento de História da FFLCH, doutor Antonio Carlos Mazzeo, o debate da reforma política não pode ficar preso no Congresso, mas ser pauta no debate público.

Segundo ele, a proposta de lista fechada pode ser positiva, mas isso depende do fortalecimento dos partidos em seu plano ideológico e nos debates públicos de projetos de país por cada uma das legendas.

O professor ainda analisa questões como o financiamento público com teto para contribuição de eleitores e a candidatura simultânea.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados