Casos de morte súbita ultrapassam os de homicídios e Aids no País

Segundo a OMS, óbito inesperado causado por cardiopatia isquêmica é líder em mortes registradas no mundo

  • 494
  •  
  • 71
  •  
  •  

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a morte súbita, ocasionada pela cardiopatia isquêmica, é líder em óbitos no mundo, sendo responsável por quase 30% dos óbitos no Brasil. O número é tão grande que no País supera a quantidade de mortes ocasionadas em decorrência da Aids e de acidentes automobilísticos, sendo superior também ao número de homicídios. No entanto, a morte súbita não é tão discutida como deveria ser.

Para esclarecer sobre esse assunto, a Rádio USP ouviu o médico Francisco Carlos da Costa Darrieux, doutor em Cardiologia, assistente do Instituto do Coração, co-responsável pelo Ambulatório Didático de Arritmias Cardíacas e de Genética em Arritmias.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 494
  •  
  • 71
  •  
  •