Carta procura sensibilizar candidatos contra remoções forçadas

Elaborada pela Rede contra Remoções, a carta foi destinada aos candidatos às eleições de outubro e é tema da coluna “Cidade para Todos”

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

A Rede contra Remoções, formada por diversos movimentos de moradia e por instituições que defendem o direito à moradia, divulgou uma carta de compromisso destinada a todos os candidatos às próximas eleições, com o intuito de pedir proteção contra as remoções forçadas. De acordo com a colunista Raquel Rolnik, só entre 2010 e 2016, houve uma explosão de remoções, com quase 300 mil famílias afetadas apenas no município de São Paulo e na região do ABC. A maior parte dessas remoções foi causada por obras públicas.

É justamente para evitar esse estado de coisas que foi elaborada essa carta de compromisso aos candidatos, que defende uma série de medidas. Para a colunista, é preciso evitar ao máximo as remoções, o que absolutamente não acontece hoje. Quando forem inevitáveis, que se apresente proposta de atendimento definitivo de moradia para essas famílias, ou estas irão novamente buscar assentamentos precários em outras localidades, num círculo vicioso sem fim. O documento também defende outras ações, como a construção de espaços de mediação, para que a violência não se estabeleça. A carta, que está on-line, é, acima de tudo, um instrumento de conscientização, diz a autora da coluna Cidade para Todos. 

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados