Capitalização, novo sistema para garantir a aposentadoria, não é ideal

A opinião é do professor Paulo Feldmann (FEA-USP), segundo o qual o sistema não é bom para os trabalhadores

  • 92
  •  
  •  
  •  
  •  

O ministro da Economia, Paulo Guedes, diz que o atual modelo de repartição é insustentável, devido ao envelhecimento da população. Por esse motivo, o governo apresentou o sistema de capitalização para garantir que os novos trabalhadores tenham um rendimento ao se aposentar. Mas esse novo método, muito parecido com uma poupança, não é o ideal nem o justo na opinião do professor Paulo Feldmann, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP. Para o professor, as empresas deveriam continuar contribuindo, mesmo que em menor  volume, afinal, o trabalhador faz parte do seu quadro de profissionais. No final das contas, o maior prejudicado será o trabalhador, que fará sozinho seu “pé-de-meia” para garantir sua renda ao parar de trabalhar.

Acompanhe a matéria, na íntegra, pelo link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 92
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados