Atraso no censo demográfico gera impactos na vacinação contra covid-19

Paulo Lotufo afirma que, com o censo, a vacinação poderia ter sido mais rápida e mais bem distribuída

 Publicado: 19/11/2021
IBGE – Foto: Flickr /Fotomontagem Jornal da USP

O Censo Demográfico, feito pelo IBGE, demonstra como estão as condições de vida da população. O último saiu em 2010 e a previsão para o próximo é em 2022. Por ser tão importante a estudos, economia e políticas públicas é necessário que esses dados estejam atualizados. Na pandemia, era uma referência essencial ao InfoVid, notas e informações sobre a covid-19.

O  professor Paulo Lotufo, epidemiologista e diretor do Centro de Pesquisa Clínica e Epidemiológica da USP, em entrevista ao Jornal da USP no Ar 1ª Edição, falou dos problemas que isso pode gerar à área da saúde, em especial com relação à pandemia. “Tivemos impacto da pandemia, que foi o aumento da mortalidade nas faixas [etárias] maiores e a redução da natalidade. Então, são dois fenômenos que não temos muita noção de como aconteceram”, afirma.

Para o professor, além da composição populacional e das faixas etárias mais afetadas, outro problema é a gestão dos imunizantes. “Nós temos que saber exatamente o número de crianças na faixa etária das doenças imunopreveníveis, porque nós precisamos comprar vacina, precisamos ter um estoque de vacina, pois elas são caras e lábeis”, destaca. Ao final, ele completa dizendo que a vacinação poderia ter sido mais rápida e mais bem distribuída. 


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 10h45, 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.