Poli inaugura pré-mestrado em engenharia de computação para 2018

A partir do programa, alunos iniciam projetos na graduação e conseguem título de mestre com mais rapidez

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn287Print this pageEmail
Foto: Visual Hunt

Com o objetivo de diminuir o tempo para o aluno conseguir o título de mestrado na área de Engenharia de Computação, a Escola Politécnica (Poli) da USP instituiu o programa de pré-mestrado, que será hospedado pelo Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS).

Além de oferecer ao aluno de graduação as habilidades e competências necessárias para a pesquisa em Engenharia da Computação, os interessados são preparados para desenvolver estudos avançados e resolver problemas não triviais da área, planejando e executando projetos de pesquisa através da metodologia científica.

“O aluno terá a oportunidade de estudar conteúdos nas disciplinas de pós-graduação que não são tratados em disciplinas de graduação e conhecer o estado da arte do seu tema de pesquisa”, explica a professora do PCS Cíntia Borges Margi.

A partir do novo programa, o estudante que ingressar no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PGEE) da Poli conseguirá reduzir o tempo necessário para obtenção do título de mestre em um ano. “Isso se deve a dois fatos: os créditos em disciplina necessários ao mestrado já terão sido cumpridos, e o plano de pesquisa já terá sido elaborado e iniciado”, completa a professora Cíntia.

 

A professora da Escola Politécnica, Cíntia Borges Margi, da Comissão Coordenadora do pré-mestrado – Foto: PSC/Poli

De ano em ano

O projeto de pré-mestrado do PCS começou a ser discutido em 2015, seguindo as diretrizes estabelecidas por uma Comissão Mista instituída pelo Conselho Técnico Administrativo (CTA) da Poli em meados de 2014. Seguindo essas diretrizes, uma comissão do PCS liderada pela professora Lucia Filgueiras propôs o regimento do pré-mestrado em Engenharia de Computação, que foi aprovado na Comissão de Graduação da Escola Politécnica em dezembro de 2016.

Em abril deste ano, foram eleitos os membros da Comissão Coordenadora do pré-mestrado (CPM), formada pela professora Cíntia (coordenadora), a professora Graça Bressan (vice-coordenadora) e o professor Ricardo Nakamura, além dos professores Bruno Albertini e Pedro Corrêa como suplentes.

A Comissão será responsável por implantar a proposta aprovada no ano passado, interagindo com a CoC-Computação (comissão de graduação do curso) e os demais docentes do PCS. Neste momento, a CPM está finalizando o edital de ingresso para 2018, que será a primeira vez em que o pré-mestrado será oferecido como módulo de formação aos alunos do quinto ano da EC-3 (estrutura curricular 3 do Departamento).

Requisitos

Para se inscrever no programa, o aluno deve manifestar seu interesse durante o oitavo semestre ideal da graduação, atendendo às determinações do edital a ser publicado durante o segundo semestre de cada ano. São elegíveis alunos da EC-3 de qualquer curso da Escola Politécnica, e os critérios que podem ser considerados para aprovação são: ter concluído todos os créditos ideais até o sétimo semestre do curso, sua média geral até o sétimo semestre estar entre as 30% maiores médias de sua turma ou ter participado do programa de duplo diploma da Poli.

Os temas explorados estão agrupados nas três linhas de pesquisa em que se organizam os grupos e docentes do PCS: Sistemas de Informação e Aplicações Computacionais, Organização de Sistemas Computacionais, e Metodologias de Computação. Os enfoques específicos dentro das linhas de pesquisa estão associados aos interesses de cada orientador.

Mais informações: https://pcs.usp.br/ppmec/

Da Jornalismo Júnior

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn287Print this pageEmail

Textos relacionados