Secretário de Desenvolvimento se reúne com dirigentes da USP

No dia 10 de fevereiro, os dirigentes da Universidade receberam o secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e vice-governador, Márcio França.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Durante a reunião, o reitor fez uma apresentação geral sobre a Universidade, as Unidades de Ensino e Pesquisa e os campi que a compõe

No dia 10 de fevereiro, os dirigentes da Universidade receberam o secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e vice-governador, Márcio França.

Estiveram presentes ao encontro o reitor Marco Antonio Zago; o vice-reitor Vahan Agopyan; os pró-reitores Antonio Carlos Hernandes (Graduação), Maria Arminda do Nascimento Arruda (Cultura e Extensão Universitária) e José Eduardo Krieger (Pesquisa); o diretor da Escola Politécnica, José Roberto Castilho Piqueira; o presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado Neto; a superintendente Jurídica, Maria Paula Dallari Bucci; o chefe de Gabinete, José Roberto Drugowich de Felício; e o superintendente do Espaço Físico, Osvaldo Nakao.

Durante a reunião, o reitor fez uma apresentação geral sobre a Universidade, as Unidades de Ensino e Pesquisa e os campi que a compõe.

Um dos temas abordados foi a necessidade de maior inserção social da USP Leste na região em que está localizada, com maior incentivo a projetos como a Habits – Habitat de Inovação Tecnológica e Social / Incubadora-Escola, que apoia iniciativas que tenham foco social, até que se tornem autossustentáveis. Criada em 2012, a incubadora conta com o suporte de professores da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH)/USP Leste, sob a governança da Agência USP de Inovação.

O secretário destacou que uma das tendências mundiais para gerar empregos e renda são as atividades ligadas à economia criativa [processos que envolvam criação, produção e distribuição de produtos e serviços, usando o conhecimento, a criatividade e o capital intelectual como principais recursos produtivos] e que essas atividades poderiam ser estimuladas na USP Leste.

Outros pontos discutidos foram os projetos voltados ao campus de Santos e a reforma do Museu Paulista. Nesse item, França colocou à disposição da Universidade um representante da Secretaria para participar de uma “força-tarefa” para acelerar os processos para a reforma.

O vice-governador destacou que o potencial da Universidade precisa ser mais conhecido pela sociedade e “um meio de se fazer isso é incrementar o caráter indutor do desenvolvimento social da USP”.

Ao final do encontro, França fez uma visita à Cidade Universitária e às obras do Centro de Convenções, localizado no campus.

(Foto: Francisco Emolo)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados