Novos diretores tomam posse no campus de Ribeirão Preto

No dia 3 de novembro, o reitor Marco Antonio Zago empossou a nova diretora da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP), Silvana Martins Mishima, e o diretor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP), Dante Pinheiro Martinelli.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

No dia 3 de novembro, o reitor Marco Antonio Zago empossou a nova diretora da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP), Silvana Martins Mishima, e o diretor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP), Dante Pinheiro Martinelli

A professora do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública, Silvana Martins Mishima, tomou posse da Diretoria da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP), nesta segunda-feira, dia 3 de novembro. Na cerimônia, realizada no auditório “Profa. Dra. Vera Heloísa Pileggi Vinha”, da EERP, Lidia Aparecida Rossi também assumiu como vice-diretora da Unidade.

A vice-diretora da EERP, Lidia Aparecida Rossi (à esquerda), o reitor Marco Antonio Zago, e a diretora Silvana Martins Mishima. “Acredito que o grande desafio posto para qualquer nova gestão é construir coletivamente novas propostas e buscar a consolidação dos projetos propostos e em andamento, contando com o conhecimento, habilidade e experiência do conjunto de seus sujeitos”, afirmou Silvana

“Acredito que o grande desafio posto para qualquer nova gestão é construir coletivamente novas propostas e buscar a consolidação dos projetos propostos e em andamento, contando com o conhecimento, habilidade e experiência do conjunto de seus sujeitos. Construção coletiva, com responsabilidade e compromisso de cada um, para que possamos atender às necessidades da sociedade, em seus diferentes ângulos”, declarou a nova diretora, em seu discurso de posse.

Silvana também falou sobre o déficit de enfermeiros no Brasil e sobre a responsabilidade da Escola de formar profissionais de excelência, gerar conhecimentos e se manter como uma instituição de referência mundial na área de Enfermagem.

O reitor Marco Antonio Zago ressaltou a necessidade de a Reitoria e as Unidades trabalharem juntas para fortalecer as atividades-fim da Universidade: “Conto com a colaboração de todos para trabalhar em torno de objetivos realísticos, concretos e que melhorem o nosso desempenho e aquilo que oferecemos à sociedade, em resposta aos vultosos recursos que recebemos. Precisamos fazer mais e melhor. Para isso, é necessário modernizar a gestão, simplificar procedimentos, simplificar regimentos, reduzir as regras e utilizar o bom senso. Vamos dedicar mais tempo às questões para as quais a Universidade existe”.

Zago defendeu a necessidade de se reformar os cursos de Graduação, agilizando e efetivando as alterações curriculares, reavaliando a metodologia, incorporando abordagens digitais e revendo a carreira docente. “Esta é a hora para mudarmos procedimentos e regras para, de fato, valorizar o trabalho daqueles que se dedicam ao ensino de Graduação. A pesquisa é um componente essencial na vida da Universidade, é pela pesquisa de qualidade que a USP mantém sua posição de liderança, mas somente a pesquisa de qualidade interessa”, enfatizou.

FEARP

Também no dia 3 de novembro, tomaram posse Dante Pinheiro Martinelli, como o novo diretor na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP), e Walter Belluzzo Junior, na função de vice-diretor.

Em seu discurso de posse, Martinelli destacou as cinco prioridades do plano gestor da FEARP: a internacionalização; a criação de um Conselho Consultivo Externo e de um Conselho de Ex-Alunos; o desenvolvimento de ferramentas para o ensino a distância; e a busca contínua do ensino de excelência

Martinelli lembrou o início de sua carreira e a decisão de deixar a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA), da qual era professor, para aceitar o desafio de ajudar a construir uma nova Unidade da USP. Destacou também as cinco prioridades do plano gestor da FEARP: a internacionalização; a criação de um Conselho Consultivo Externo, para aproximar a FEARP da sociedade; a criação de um Conselho de Ex-Alunos; o desenvolvimento de uma plataforma própria para o ensino a distância; e a busca contínua do ensino de excelência.

“Estamos trabalhando incessantemente nesses pontos. A proposta é trabalharmos para o desenvolvimento cada vez mais intenso da FEARP e da USP, cada vez mais próximos da sociedade, levando uma contribuição maior para a nossa Universidade”, afirmou o diretor.

Em seu discurso, o reitor parabenizou os novos dirigentes e reforçou a importância da continuidade entre as gestões. “Como os mandatos são relativamente curtos, sem possibilidade de renovação, não é possível qualquer consistência das mudanças ou sincronias das ações se não tivermos acordos sobre as metas e objetivos de médio e longo prazo da Universidade. Não se trata apenas de planos de desenvolvimento institucional ou planos estratégicos. Trata-se de algo mais fundamental e permanente na vida da Universidade, que consubstancie a visão que a Universidade tem de si mesma e de sua missão, no panorama do Ensino Superior do Estado de São Paulo”, declarou.

O dirigente também mencionou a necessidade de se levar para a discussão sobre a reforma da USP, tópicos como o aproveitamento dos recursos públicos que lhe são destinados, a forma como a instituição quer reforçar seu papel no ensino paulista e o impacto regional e local que a Universidade deve ter.

Os eventos contaram com a presença do vice-reitor Vahan Agopyan; da pró-reitora de Pós-Graduação, Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco; do secretário-geral, Ignácio Maria Poveda Velasco; do coordenador de Administração Geral, Rudinei Toneto Júnior; além de outros dirigentes da Universidade.

Homenagem

Da esquerda para a direita: o diretor da FMRP, Carlos Gilberto Carlotti Júnior, o reitor Marco Antonio Zago, a professora homenageada, Maria Carolina de Oliveira Rodrigues, e o vice-reitor Vahan Agopyan

No mesmo dia, o reitor visitou a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) e participou de um café da manhã em homenagem à professora da Unidade, Maria Carolina de Oliveira Rodrigues, uma das vencedoras da edição brasileira do prêmio Para Mulheres na Ciência 2014, concedido pelo Grupo L´Oréal, em parceria com a Unesco e com a Academia Brasileira de Ciências (ABC), com o objetivo de destacar a participação das mulheres brasileiras no cenário científico do país.

“De todas as cerimônias e homenagens em que participei, essa é a mais significativa. Ninguém faz pesquisa sozinho e, apesar do prêmio estar em meu nome, ele é de toda a equipe”, afirmou Maria Carolina. Zago ressaltou a importância da conquista e a qualidade das pesquisadoras da Universidade e lembrou que outras duas professoras da USP já foram agraciadas na edição internacional do prêmio, Mayana Zatz, do Instituto de Biociências (IB), e Beatriz Barbuy, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG).

Além do reitor, também estavam presentes o vice-reitor Vahan Agopyan; o diretor da FMRP, Carlos Gilberto Carlotti Júnior; e outros professores e pesquisadores da Faculdade.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados