IEE entrega título de professor emérito ao ex-reitor José Goldemberg

A homenagem foi realizada no dia 29 de maio, no Instituto de Física.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

A cerimônia de outorga do título de professor emérito foi realizada no dia 29 de maio, no Auditório Abrahão de Moraes do Instituto de Física (IF) da USP, no qual Goldemberg também deu aulas

O professor Goldemberg (no centro), o vice-reitor Vahan Agopyan e o vice-diretor do IEE, Colombo Celso Gaeta Tassinari, à esq.; o reitor Marco Antonio Zago e o diretor do IEE, Ildo Luis Sauer

O evento teve início com a saudação do diretor do Instituto de Energia e Ambiente (IEE), Ildo Luis Sauer, ao homenageado. O diretor contou um pouco da trajetória de Goldemberg, da saída dos seus pais da Rússia para o Brasil, passando por sua vida acadêmica – graduação, atividade docente na Escola Politécnica (Poli) e no Instituto de Física (IF), sua gestão como reitor da USP e sua atuação como professor sênior no IEE.

“Temos vários projetos dentro do Instituto, todos eles originários e inspirados nas ideias de Goldemberg. Ele recebe o primeiro título de emérito do Instituto como reconhecimento e homenagem, por ter ajudado a criá-lo da forma como está hoje”, destacou Sauer.

“É, para mim, um privilégio especial voltar a este Instituto [IF], no qual dei aulas e ganhei meu primeiro título de emérito, para receber meu segundo título, agora pelo Instituto de Energia e Ambiente”, ressaltou Goldemberg. Ele recordou também sua atuação como físico e sua ligação com a área de energia.

O reitor Marco Antonio Zago lembrou que o professor Goldemberg continua se dedicando com entusiasmo à Universidade, mesmo após a sua aposentadoria, assim como muitos docentes fazem. “É difícil falar sobre energia sem lembrar as pesquisas de Goldemberg”. Zago também destacou o papel importante que Goldemberg teve como presidente da Comissão Coordenadora dos 80 anos da USP, em 2014, e finalizou agradecendo: “Muito obrigado professor Goldemberg por tudo que fez pela Universidade de São Paulo”.

Há 23 anos, Goldemberg atua no IEE como professor sênior, comparecendo diariamente no Instituto, no período da tarde – exceto se tiver algum compromisso profissional e acadêmico fora da Unidade. É responsável pela disciplina Energia, Desenvolvimento e Meio Ambiente, possui oito orientações: seis pelo Programa de Pós-Graduação em Energia e duas pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental.

O título de professor emérito é uma distinção concedida, segundo o artigo 93 do Estatuto da USP, a professores aposentados, que se destacaram por suas atividades didáticas e de pesquisa ou contribuíram, de modo notável, para o progresso da Universidade. A concessão do título depende de aprovação de dois terços, respectivamente, dos componentes do Conselho Universitário ou das Congregações das Unidades.

Currículo

Doutor em ciências físicas pela USP, professor emérito do IF, honorário do Instituto de Estudos Avançados (IEA) e colaborador sênior no IEE, todos da Universidade. Como professor ou pesquisador esteve nas Universidades de Paris (França), Princeton e Stanford (Estados Unidos) e Toronto (Canadá).

Um dos maiores especialistas em energia no mundo, Goldemberg é conhecido defensor do uso de novas tecnologias para promover o desenvolvimento sustentável. O exreitor da USP, de 1986 a 1990, foi presidente da Companhia Energética de São Paulo e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, ministro da Educação, secretário do Meio Ambiente da Presidência da República e secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, entre diversos outros cargos. Em 2007, copresidiu o painel de estudos do InterAcademy Council (IAC), responsável pelo relatório Lighting the Way: Towards a Sustainable Energy Future. Desde fevereiro de 2014, ocupa como membro efetivo a cadeira nº 25 da Academia Paulista de Letras (APL) e, no mês de maio desse ano, foi eleito membro do Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Homenagens

A cerimônia contou com a presença de vários professores e dirigentes da USP, entre eles, o ex-reitor Adolpho José Melfi; o presidente da Fapesp, Celso Lafer; as pró-reitoras da USP: Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco e Maria Arminda do Nascimento Arruda; o secretário-adjunto de Energia de São Paulo; a diretora da Escola de Enfermagem, o diretor da FEA, da FFLCH, do IEA, do MAC, entre outros

Foi selecionado pela revista Time como um dos 13 “Heroes of the Environment” em 2007. No ano seguinte, Goldemberg foi agraciado com o Prêmio “Blue Planet”, patrocinado pela Fundação Asahi Glass, concedido anualmente a pessoas e organizações que se destacam em pesquisas e formulação de políticas públicas na área ambiental e por sua importante participação na realização da Rio 92. No ano de 2010, foi o ganhador do Prêmio de Ciência de Trieste Ernesto Illy, distinção entregue na época pelo primeiroministro da Índia. O prêmio, no valor de US$ 100 mil, é concedido anualmente a pesquisadores de países em desenvolvimento por contribuições importantes à ciência e tem o apoio da illycaffè, da Fundação Ernesto Illy e da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS).

Em janeiro de 2013, obteve mais um reconhecimento internacional, sendo o vencedor do Prêmio Zayed de Energia do Futuro (Zayed Future Energy Prize) na categoria Life achievement, concedido a profissionais de destaque na área de energia renovável. Das mãos do xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Goldemberg recebeu o prêmio no valor de US$ 500 mil em uma cerimônia na capital dos Emirados Árabes Unidos (EAU). Em 2014, recebeu o Prêmio Professor Emérito – Troféu Guerreiro da Educação Ruy Mesquita, concedido anualmente pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), em parceria com o Grupo Estado, às personalidades que lutam pelo aprimoramento da educação no país.

E, no dia 15 de junho, na Sala São Paulo, Goldemberg receberá mais uma homenagem, com a entrega do “Prêmio FCW 2014 – na categoria Ciência. Esse prêmio está na 13ª edição e é oferecido pela Fundação Conrad Wessel para pessoas de reconhecimento nacional nas áreas de Arte, Ciência, Medicina e Cultura.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados