Viçosa teve suas temperaturas elevadas em um período de 50 anos

Estudo que analisou comportamento climático da cidade mineira foi publicado na “Revista do Departamento de Geografia”

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Já está disponível para leitura online a nova edição da Revista do Departamento de Geografia (volume 34, 2017). O periódico da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP é publicado semestralmente (em julho e dezembro) e se dedica a divulgar pesquisas, projetos e estudos referentes à Geografia e suas áreas correlatas.

No volume mais recente, é possível encontrar 12 artigos de pesquisadores de diversas universidades e institutos de pesquisa do Brasil. Entre eles, está o intitulado Evidências de Mudanças Climáticas em Viçosa (MG), de Fabio de Oliveira Sanches (Universidade Federal do Triângulo Mineiro), Edson Soares Fialho (Universidade Federal de Viçosa) e Robson Rodrigues Quina (Universidade Federal de Juiz de Fora).

Gráficos com temperaturas médias máximas anuais (a), temperaturas médias mínimas anuais (b), da umidade relativa média anual (c) e dos totais pluviométricos anuais para Viçosa (d), entre 1968 e 2015 – Foto: reprodução via Revista do Departamento de Geografia

A partir de diversos estudos relacionados às mudanças climáticas e suas consequências nas atividades socioeconômicas das populações de regiões afetadas por fenômenos naturais, os pesquisadores analisaram os comportamentos das das chuvas, da umidade relativa do ar e das temperaturas da cidade de Viçosa (MG), entre os anos de 1968 e 2015 (47 anos). A pesquisa verificou uma “elevação das temperaturas máximas em meses da primavera, verão, outono e, sobretudo, das temperaturas mínimas em praticamente todos os meses do ano”, com invernos “cada vez mais secos”.

Nesse contexto, os pesquisadores entendem que os dados e resultados por eles obtidos estão em consonância com outras pesquisas sobre as mudanças climáticas na cidade de Viçosa. Isso mostra, segundo o artigo, a necessidade de que o poder público possa “subsidiar ações” com o propósito de “minimizar o desconforto e as mazelas aos seus efeitos, bem como promover adaptações a essas mudanças”.

Todas as edições da Revista do Departamento de Geografia estão disponíveis na íntegra no site do Portal de Revistas USP.

Mais informações: e-mail biancacv@usp.br

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados