Cresce o interesse dos estudantes da área de saúde pela atenção primária

Estágio em Unidades Básicas de Saúde coloca os alunos em contato com a realidade da população, diz doutora

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

jorusp

Acompanhando a tendência mundial de compreensão da importância da Atenção Primária à Saúde (APS), os alunos da Faculdade de Medicina da USP têm vivenciado mudanças na grade curricular de seus cursos. As disciplinas de APS, que tratam do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), ganharam espaço nos últimos anos. Essas mudanças destacam a importância da Atenção Primária, que é o nível de atendimento em saúde no qual estão as Unidades Básicas de Saúde (UBS), mais popularmente conhecidas como postos de saúde.  A doutora Mariana Sato, supervisora técnico-administrativa do Programa de Atenção Primária da FMUSP, conta que os estudantes têm se interessado cada vez mais por esse nível de atendimento.

Fachada da Unidade Básica de Saúde (UBS) Santo Estevão do bairro de Itaquera – Foto: Cecília Bastos/ USP Imagens

Em 2015,  se encerrou o contrato firmado entre o município de São Paulo e a FMUSP, que garantia o estágio dos estudantes de medicina, fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional nas UBS da região oeste da cidade. Foi regularizada, então, a Subcomissão de Ensino em Atenção Primária à Saúde, que promove encontros mensais de professores dos departamentos envolvidos, para planejamento do ensino nas UBS. Para colocar em prática o planejado, uma equipe de profissionais de ensino e pesquisa atua nas unidades de saúde, orientando os estagiários.

Mariana lembra que colocar o aluno da saúde em contato com a população e o território onde ela vive é essencial para o planejamento de estratégias eficientes de prevenção e promoção de saúde. As medidas propostas pelos profissionais têm de fazer sentido para aquela população, o que só acontece quando se entende o dia-a-dia das pessoas, suas crenças, práticas e sabedorias.

A reportagem é de Silvia Miguel.

Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados