As consequências de uma pneumonia não revelada

Para Lins da Silva, o caso da pneumonia não revelada de Hillary Clinton exemplifica a relação secular entre imprensa e poder

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px
.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A pneumonia não revelada de (e por) Hillary Clinton tem alimentado o interesse da mídia norte-americana, dentro de um contexto segundo o qual candidatos a cargos públicos devem expor à sociedade as suas condições de saúde. Não o tendo feito, a candidata à presidente dos Estados Unidos reforça a impressão de que não gosta de muita transparência, o que, na opinião de Carlos Eduardo Lins da Silva, pode prejudicar a sua campanha eleitoral.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados