André Singer propõe campanhas eleitorais mais baratas para evitar gastos desnecessários

Colunista propõe uma reforma política imediata, realçando a importância de campanhas mais baratas e mais simples para atingir o eleitor

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Em artigo recente publicado no jornal Folha de S. Paulo, o colunista semanal da Rádio USP, André Singer, sob o título “Mudar Já!”, propõe uma reforma política imediata. Na coluna “Poder e Contrapoder”, ele esboça melhor a sua teoria, que é a de que os partidos definam suas estratégias de campanha para prefeito e vereador – uma vez que as eleições estão próximas – sem a utilização de imagens externas e filmes publicitários de valor elevado, cada vez mais presentes nas campanhas eleitorais.

Ele propõe que os candidatos simplesmente dirijam-se ao público diretamente, olhando de frente para a câmera, no momento de explicar suas propostas. O colunista entende que isso representaria um barateamento das campanhas, evitando gastos monstruosos, principal fonte de corrupção.

Acompanhe a seguir a coluna de André Singer.

.

.

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados