Crise deve afetar gestão do próximo prefeito de São Paulo, diz colunista

Governar a cidade sem dinheiro, um problema para o próximo prefeito de São Paulo resolver

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

logo_radiousp790px

Foto: Visualhunt
Foto: Visualhunt

O próximo prefeito de São Paulo, seja quem for, terá um grande desafio pela frente. A opinião é da colunista Raquel Rolnik, que observa que os próximos anos serão marcados por uma conjuntura muito diferente das conjunturas anteriores, ou mesmo da atual. Isso porque, a um período de bonança em que se podia contar com o aporte de recursos do governo federal, a tendência agora, em meio à grave crise econômica por que passa o País, é seguir-se um período de austeridade financeira.

No resumo da ópera, o próximo prefeito eleito terá de administrar a maior cidade da América Latina sem dinheiro para tocar obras. Deverá, portanto, apelar para soluções próprias e criativas para tentar  oferecer soluções aos complexos problemas urbanos de uma cidade como São Paulo, a qual, devido ao corte radical de recursos,  corre até mesmo o risco de não poder contar com aportes em áreas vitais como Educação e Saúde.

   a

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados