São Carlos quer atrair jovens talentos da América Latina para desenvolver pesquisas

Programa busca interessados em desenvolver estudos como pós-doutorandos no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Os pesquisadores da América Latina, residentes no exterior, que desejarem realizar pós-doutorado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, podem se inscrever em qualquer época do ano no Programa de Atração de Jovens Talentos (PAJT). O objetivo do programa é viabilizar a pré-seleção e indicar os candidatos que poderão receber bolsas das agências financiadoras durante o período de pesquisa. A iniciativa é promovida pela Comissão de Relações Internacionais (CRInt) e pela Comissão de Pesquisa (CPq) do instituto. Pela primeira vez, não há prazos finais para que os candidatos se inscrevam.

Como os projetos realizados pelos pós-doutorandos contribuem para alavancar os resultados científicos e tecnológicos das regiões em que atuam, a meta do ICMC com esse programa é fortalecer as comunidades locais e regionais, consolidando as redes de cooperação em pesquisa na América Latina. “Gostaríamos, com este programa, de fomentar cada vez mais a internacionalização do nosso instituto, através de frentes que possam incluir os pesquisadores residentes no exterior ao ICMC. Esperamos, assim, criar novas parcerias com as instituições do exterior”, explica o professor Jó Ueyama, presidente da CRInt.

“As oportunidades de bolsa de pós-doutorado oferecidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), principalmente para estrangeiros, são desconhecidas em grande parte da América Latina, onde existem vários pesquisadores talentosos. Esperamos que essa iniciativa os atraia para o nosso instituto, pois temos muito potencial para recebê-los”, ressalta o professor Francisco Rodrigues, presidente da CPq. Ele destaca, ainda, que muitos estrangeiros não sabem que a USP possui diversos campi no interior de São Paulo: “Muitos acabam por não escolher o Brasil porque acreditam que, se optarem pela USP, precisarão morar na capital de São Paulo”.

Nos últimos cinco anos, 145 pesquisadores decidiram fazer pós-doutorado no ICMC, sendo 31 deles estrangeiros. Entre esses, 17 realizam atualmente suas pesquisas no ICMC, além de 36 pós-doutorandos brasileiros.

Como participar

A seleção dos candidatos ao programa será efetuada em duas fases. Na primeira, é preciso enviar o currículo atualizado para o email crint@icmc.usp.br, com o assunto “Inscrição PAJT-ICMC”. Os aprovados deverão escrever um projeto de pesquisa junto com o supervisor do trabalho, que será indicado pela CPq.

Na segunda fase, os interessados e supervisores deverão submeter seus projetos às agências financiadoras, de acordo com os prazos dos editais de cada uma, tais como Fapesp, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O trâmite das propostas nas agências leva em média entre 90 e 120 dias. Para mais informações sobre o processo seletivo, acesse o edital completo.

Henrique Fontes / Assessoria de Comunicação do ICMC

Mais informações: (16) 3373.8120, email crint@icmc.usp.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados