“Na cultura, o pesadelo não tem fim. E as tragédias são diárias”  

O incêndio no acervo da Cinemateca, as mudanças na Lei Rouanet e na Plataforma Lattes são, segundo Martin Grossmann, “piadas escatológicas”

 04/08/2021 - Publicado há 4 meses

O dia a dia na cultura só tem notícias trágicas. “Estamos vivendo numa surrealidade aumentada. Esse pesadelo não tem fim”, desabafa Martin Grossmann em sua coluna Na Cultura, o Centro Está em Toda Parte, na Rádio USP . “Às vezes achamos que são piadas de mau gosto. Ou piadas escatológicas até…”

O professor está inconformado com as mudanças feitas em decreto do governo Bolsonaro na Lei Rouanet. “Não é possível tal situação. Mas ela está aí. As tragédias se não são diárias vêm numa sequência…”. Diante da situação, compartilha o seu estado de choque, como ele mesmo define. “Não podemos deixar de lado a questão da reformulação do que conhecíamos como a Lei Rouanet mais uma vez demonstrando que há um verdadeiro ataque à cultura brasileira. Um decreto que muda substancialmente o modo como a Lei Rouanet funcionava permitindo que o Executivo do governo, o secretário especial da Cultura determinem quais são os projetos que essa lei dará apoio.”

Grossmann destaca, entre as notícias trágicas, o incêndio no galpão da Cinemateca. “Parte significativa do acervo que guarda a memória do audiovisual produzido no País está destruído.” Lembra também outra perda do patrimônio da nossa história com o incêndio do Museu Nacional. “São perdas insubstituíveis de referenciais essenciais para o nosso imaginário e para a identidade brasileira.”

No campo do conhecimento, Grossmann aponta outra fato desastroso. “O CNPq deixou de dar acesso e permitir que pesquisadores atualizassem seus currículos na Plataforma Lattes, a principal plataforma para a ciência brasileira que reúne milhares de currículos de pesquisadores, de cientistas ligados às universidades e institutos de pesquisa.”

Grossmann esclarece que o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), ligado ao Ministério de Ciência e Tecnologia, garante que há novos equipamentos de segurança que já foram adquiridos e asseguram o backup  dos conteúdos. “Agora, no caso do Museu Nacional e da Cinemateca Brasileira não existem cópias de segurança. Perdemos acervos valiosíssimos de representação cultural de identidade nacional. Não se trata aqui só de uma omissão, de irresponsabilidade administrativa, mas de um crime.”

Enquanto gravava a coluna, Martin Grossmann recebeu a notícia da morte de Francisco Weffort, no último dia 1º de agosto, cientista político e ministro da Cultura do governo Fernando Henrique Cardoso. “Um grande pensador da política brasileira, em especial da democracia. Até o final de sua vida, aos 84 anos, seguiu pesquisando, colaborando, preocupado com a situação do nosso país.”


Na Cultura, o Centro está em Toda Parte
A coluna Na Cultura o Centro está em Toda Parte, com o professor Martin Grossmann, vai ao ar toda quarta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.