Incêndio na Cinemateca revela todo o descaso com o patrimônio cultural brasileiro

Renato Janine cita o Museu Paulista da USP – fechado por medida de segurança, está em reforma e será reinaugurado em 2022 – como exemplo de cuidado com o patrimônio público

 04/08/2021 - Publicado há 4 meses

Nesta coluna, Renato Janine Ribeiro fala do incêndio na Cinemateca Brasileira, ocorrido no último dia 29 de julho. Fechada pelo governo federal, a Cinemateca não recebeu os cuidados necessários para preservar seu acervo. Segundo o colunista, a Cinemateca chegou a ser considerada a terceira melhor do mundo.

Janine conta que seu primeiro trabalho remunerado quando estava se formando na faculdade foi na Cinemateca, em um galpão que ficava na região do Ibirapuera. Mas tudo sempre foi um tanto precário e limitado, sempre dependendo da boa vontade de quem lá trabalhava. O colunista lembra também que os filmes antigos eram produzidos com um material altamente inflamável e não foram poucos os incêndios em materiais cinematográficos tanto no Brasil como no mundo. “Isso requer de qualquer gestor minimamente responsável uma atenção quando você está lidando com acervo de cinema”, destaca.

O professor ainda diz que é difícil aplicar o termo tragédia para este caso, porque tragédia é algo que não tem responsável, uma fatalidade. “Nós temos que acabar com essa ideia de fatalidade. Não foi fatalidade, foi descaso, e quando o descaso é dessa monta é quase de se perguntar se não foi proposital ou se, pelo menos, não indica um desinteresse, uma aversão ao patrimônio cultural brasileiro”, diz.

Para ele, outros incêndios, como os do Museu Nacional e do Museu da Língua Portuguesa indicam um padrão de descuido com o patrimônio cultural do País que vem de longe. Na contramão do descaso, ele elogia a gestão da ex-diretora do Museu Paulista da USP, Sheila Walbe Ornstein, que decidiu, em 2013, fechar o museu por medida de segurança. A reinauguração será em 2022, ano do bicentenário da Independência do Brasil.


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.