Aparelho afere se óculos de sol podem atrapalhar a visão de motoristas

Sistema inédito desenvolvido na Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP é capaz de testar, em poucos segundos, se um óculos de sol podem ser usados para dirigir

jorusp

Um projeto desenvolvido em pesquisa de mestrado apresentada na Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP é capaz de testar, em poucos segundos, diversos modelos de óculos solares é o tema da entrevista desta semana em Os Novos Cientistas. Na compra do acessório, muitos levam em conta apenas a questão estética, mas o fato é que as lentes de alguns óculos solares podem atrapalhar a visão do motorista.

O projeto do engenheiro eletrônico Artur Loureiro resultou num protótipo que pesa aproximadamente 1,5 quilo (Kg) e o usuário interage com o dispositivo por meio de caixas de som e de uma tela sensível ao toque. Dentro do aparelho, a luz branca de um LED é apontada na direção de uma placa eletrônica composta de um sensor que faz diferentes medições. O teste com os óculos de sol é simples e bastante intuitivo: basta abrir a tampa superior do equipamento e posicionar as lentes do acessório entre o LED e a placa. Depois, é só aguardar alguns segundos.

“Nós queremos chamar a atenção do público para o assunto e instruir a população. Quando as pessoas vão comprar óculos de sol, nem perguntam se o acessório é próprio para dirigir, pois não sabem que essa possibilidade existe. O tema não é difundido.”

Para responder se os óculos estão apropriados para dirigir, o sensor do aparelho mede a chamada transmitância luminosa, que nada mais é do que a quantidade de luz visível que penetra pelas lentes do acessório e chega aos olhos do motorista.

O podcast Os Novos Cientistas vai ao ar toda quinta-feira, às 8 horas, dentro do Jornal da USP no Ar, que é apresentado diariamente pela jornalista Roxane Ré (das 7h30 às 9h30) na Rádio USP FM (93,7 MHz).

Ouça a íntegra do podcast.

Textos relacionados