Revoredo #9: Duo apresenta músicas originais e contemporâneas com essência brasileira

Arnaldo Freitas e Alessandro Penezzi inserem técnicas de picado a três dedos aplicadas à viola e ao violão de sete cordas

Jornal da USP
Jornal da USP
Revoredo #9: Duo apresenta músicas originais e contemporâneas com essência brasileira
/

Revoredo desta semana apresenta Arnaldo Freitas e Alessandro Penezzi. O duo de instrumentistas paulista dialoga e se complementa em música original e contemporânea com essência brasileira. 

Além de violeiro, Alessandro Penezzi é também compositor, instrumentista, arranjador e professor. E, apesar de sua formação em violão erudito, dedica-se à música instrumental popular brasileira, principalmente, o choro. Penezzi também é influenciado pela música raiz do interior paulista. 

Arnaldo Freitas, desde criança vivenciou a música caipira no meio rural onde nasceu e foi criado, em Echaporã, interior de São Paulo. Inspirado por Tião Carreiro e Bambico, o músico não se limitou ao gênero musical, explorando a música popular brasileira, do choro e do flamenco. Inspirando-se também na técnica de Penezzi para desenvolver para um estilo totalmente original e inédito para viola caipira, o picado a três dedos.

O duo insere suas técnicas de picado a três dedos aplicadas à viola e ao violão de sete cordas, com compositores brasileiros como referência, tais como Bambico, Tião Carreiro, Renato Andrade, Ernesto Nazareth, Jacob do Bandolim, Pixinguinha entre outros. 

Neste episódio do podcast são apresentadas as músicas: Tristeza do Jeca; Quilômetro 11; As rosas não falam; Merceditas; Função de violeiro; Saudades de Matão; Bicho carpinteiro; Doce de coco; Rio de lágrimas; Piracicaba; Caminheiro; Canoeiro e Delicado.

Ficha Técnica: Produção e apresentação: Maestro José Gustavo Julião de Camargo Coprodução e edição: Rádio USP Ribeirão Preto


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.