Destaque do Ciência USP #29: O que aconteceu com a antiga civilização maia?

Neste episódio, conversamos com Eduardo Natalino, professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, que questiona a ideia de “colapso civilizatório” dos maias

Por
Ciência USP
Ciência USP
Destaque do Ciência USP #29: O que aconteceu com a antiga civilização maia?
/

Em um artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, demonstraram que os maias tinham cerca de 500 plantas comestíveis disponíveis, muitas das quais são altamente resistentes à seca.

Por muito tempo, a comunidade científica acreditava que uma das razões para o fim da civilização pré-colombiana teria tido como um de seus principais motores a escassez de alimentos, provocada por uma grande seca. Entretanto, atualmente, não só essa hipótese tem sido colocada em dúvida, como também é questionada a ideia de “colapso civilizatório”.

Para explicar melhor as nuances por trás deste achado, conversamos com Eduardo Natalino, professor do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP e um dos membros fundadores do Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos da USP.

Ouça o podcast na íntegra no player acima. Siga no Spotify, no Apple Podcasts ou seu aplicativo de podcast favorito.

Ficha técnica
Reportagem e Narração: Denis Pacheco
Edição de Som e Composição Musical: André Leite e Angélica Peixoto, com supervisão de Guilherme Fiorentini


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.