Na 13ª posição, USP é a melhor brasileira entre os países emergentes

As universidades chinesas dominaram o ranking, com sete instituições entre as dez melhores

Por

Prédio da Reitoria, localizado na Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira – Foto: Marcos Santos/USP

Classificada na 13ª posição, a USP continua sendo a universidade brasileira mais bem colocada no ranking das Universidades das Economias Emergentes, divulgado hoje, dia 9 de março, pela consultoria britânica de educação superior Times Higher Education (THE), que classificou as 606 melhores instituições de 48 países considerados emergentes. A USP subiu uma posição em relação à edição do ano passado.

As universidades chinesas dominaram o ranking, com sete instituições entre as dez melhores. As primeiras posições ficaram com a Universidade de Tsinghua (1ª colocada), Universidade de Beijing (2ª) e Universidade de Zhejiang (3ª).

Ao todo, 52 universidades brasileiras entraram na classificação. Além da USP, as mais bem colocadas foram a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na 48ª posição; e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), na 84ª.

O Emerging Economies Rankings 2021 confirma a posição de liderança da USP na América Latina. Além das universidades brasileiras, foram avaliadas instituições do México, Chile, Colômbia e Peru, e as mais bem classificadas foram: a Pontifícia Universidade Católica do Chile (Chile), na 53ª posição; a Universidade do Desarollo e a Universidade Diego Portales (ambas do Chile), empatadas na 90ª posição; e a Pontificia Universidad Javeriana (Colômbia), na 94ª.

A classificação utiliza os mesmos 13 indicadores de desempenho do ranking mundial do THE, porém adaptados para refletir as características e as prioridades de desenvolvimento das universidades dos países do bloco. Os indicadores são agrupados em cinco categorias: ambiente de ensino, inovação, internacionalização, pesquisa (volume, investimento e reputação) e citações (influência da pesquisa).

Ranking das universidades das economias emergentes

POSIÇÃOUniversidadepaís
Universidade de TsinghuaChina
Universidade de BeijingChina
Universidade de ZhejiangChina
Universidade de FudanChina
Universidade de Shanghai Jiao TongChina
Universidade Estadual de Lomonosov MoscowRússia
Universidade de Ciência e Tecnologia da ChinaChina
Universidade Nacional de TaiwanTaiwan
Universidade de NanjingChina
10ºUniversidade da Cidade do Cabo África do Sul
13ºUniversidade de São Paulo (USP)Brasil
48ºUniversidade Estadual de Campinas (Unicamp)Brasil
84ºPontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
(PUC-RJ)
Brasil


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.