USP tem 21 finalistas no Prêmio Jabuti

Ganhadores do principal prêmio literário brasileiro serão anunciados em 8 de novembro

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=201086
  • 212
  •  
  •  
  •  
  •  

Em sua 60ª edição, o Prêmio Jabuti tem entre as obras finalistas 21 títulos vinculados à Universidade de São Paulo. São livros da Editora da USP (Edusp) e de pesquisadores da instituição. Os vencedores em cada categoria serão anunciados pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), que concede a honraria, no dia 8 de novembro.

A Edusp está presente na lista dos livros classificados com seis obras. O Corego: Texto Anônimo do Século XVII sobre a Arte da Encenação concorre na categoria Capa (Eixo Livro), com arte de Carla Fernanda Fontana. Já A Erótica Japonesa na Pintura & na Escritura dos Séculos XVII a XIX é finalista na categoria Projeto Gráfico (Eixo Livro), cujo responsável é Gustavo Piqueira, da Casa Rex. Na categoria Tradução (Eixo Literatura), a editora conta com Poemas, com tradução de Geraldo Holanda Cavalcanti.

No Eixo Ensaios, a Editora da USP concorre com três obras. Contornos do (In)visível: Racismo e Estética na Pintura Brasileira (1850-1940), de Tatiana Lotierzo, é finalista na categoria Arte. A Sublimação no Ensino de Jacques Lacan: Um Tratamento Possível do Gozo, de Clarissa Metzger, concorre na categoria Humanidades. Na categoria Economia Criativa, o finalista é Design de Capas do Livro Didático: a Editora Ática nos Anos 1970 e 1980, de Didier Dias de Moraes, publicado numa parceria com a Com-Arte, a editora-laboratório do curso de Editoração da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.

Dentro do Eixo Literatura, outras seis obras de pesquisadores da Universidade estão entre as finalistas. Catálogo de Perdas (Sesi-SP Editora), do professor da ECA João Anzanello Carrascoza e Juliana Monteiro Carrascoza, concorre na categoria Conto. Já o professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP José de Souza Martins é finalista na categoria Crônica com O Coração da Pauliceia Ainda Bate (Editora Unesp).

Angola Janga (Veneta), do professor da Escola de Aplicação da Faculdade de Educação (FE) da USP Marcelo D’Salete, é finalista na categoria Histórias em Quadrinhos. A categoria Infantil e Juvenil ficou com O Brasil dos Dinossauros, do professor do Instituto de Geociências (IG) da USP Luiz Eduardo Anelli e Rodolfo Nogueira (Marte Cultura e Educação). O Leopardo (Companhia das Letras) foi indicado na categoria Tradução, feita pelo professor da FFLCH Maurício Santana Dias, assim como Por Que Calar Nossos Amores? (Autêntica Editora), que conta entre os tradutores com o professor da FFLCH João Angelo Oliva Neto.

No Eixo Ensaios, duas obras concorrem na categoria Artes, A Fugitiva (Companhia das Letras), do professor da FFLCH Lorenzo Mammì e Cildo – Estudos, Espaços, Tempo (Ubu Editora), do professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) Guilherme Wisnik e Diego Matos, doutor pela FAU. Na categoria Biografia, Lima Barreto: Triste Visionário (Companhia das Letras), da professora da FFLCH Lilia Moritz Schwarcz, está entre os finalistas.

Na categoria Ciências, no mesmo eixo, três obras são finalistas. A Abelha Jandaíra no Passado, no Presente e no Futuro (Edufersa), da professora do Instituto de Biociências (IB) da USP Vera Lucia Imperatriz-Fonseca, Dirk Koedam e Michael Hrncir. Bioética e a Violência contra a Mulher – Um Debate Recorrente entre Profissionais da Saúde e do Direito (Cremesp), do professor da Faculdade de Medicina (FM) da USP Reinaldo Ayer de Oliveira, da professora do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP Nadir Eunice Valverde Barbato de Prates e Janice Caron Nazareth. Nutrição e Saúde Pública: Produção e Consumo de Alimentos (Editora Manole), da professora da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP Elizabeth Aparecida Ferraz da Silva Torres e da professora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP Flavia Mori Sarti.

Também no eixo Ensaios, duas obras concorrem na categoria Humanidades: Caminhos da Esquerda (Companhia das Letras), do Professor Emérito da FFLCH Ruy Fausto, e Reinvenção da Intimidade – Políticas do Sofrimento Cotidiano (Ubu Editora), do professor do Instituto de Psicologia (IP) da USP Christian Dunker.

Ainda no eixo Livro, concorre também na categoria Projeto Gráfico Oito Viagens ao Brasil, organizado por Gustavo Piqueira e publicado pela Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM) da USP, em parceria com a WMF Martins Fontes.

A lista completa dos finalistas do Prêmio Jabuti está disponível aqui.

  • 212
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados