Coral da USP está aberto para todas as vozes

Inscrições para interessados em integrar os grupos, mesmo sem ter experiência, vão até o dia 31 de agosto

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Coral da USP completa 50 anos de atividades, tendo já se apresentado em vários países – Foto: Divulgação

.
Há 50 anos, o Coral da USP (Coralusp) vem encantando São Paulo e outras cidades do Brasil e do exterior com o seu repertório, que se destaca pelo estilo próprio, mesclando o erudito e o popular. Até o dia 31 de agosto, todos os interessados em participar podem se inscrever.

A diretora artística do Coralusp, maestrina Marcia Hentschel, conta que atualmente são 550 cantores, divididos em 15 diferentes grupos. “Todos da comunidade interna e externa à USP estão convidados a integrar o Coralusp. Para participar não é preciso saber música nem ser cantor profissional, nada disso”, ressalta. “Evidentemente, cada grupo, dependendo do seu estágio, vai exigir um tipo de voz. Mas há aqueles que não fazem nenhuma exigência. Não temos limite de idade, só o mínimo, que é de 18 anos.”

Repertório do Coralusp é variado, incluindo o erudito e o popular – Foto: Divulgação

Os inscritos passam por um teste. “Porém, é para saber se a pessoa é minimamente afinada”, explica a diretora. “Para aqueles que têm algum problema de afinação, oferecemos as oficinas, que também são uma atividade gratuita e aberta para todos.”

Participar do Coralusp é uma oportunidade de aprendizado e de integração com a cidade. “A nossa grande ‘sacada’, desde o início, foi juntar música erudita e popular”, diz Marcia, regente que há 33 anos acompanha a história do Coral da USP. “Procuramos seguir essa meta até hoje com bons arranjos, para mostrar que o canto coral pode ser requintado, divertido, lúdico, mas tem um trabalho muito sério.”

Qualquer pessoa interessada, ligada ou não à Universidade, pode participar do Coralusp – Foto: Divulgação

.
Cantar o Brasil pelo mundo afora

Com talento e criatividade, os grupos do Coralusp se apresentam para públicos variados em cidades de todo o País. Também já marcaram presença nos Estados Unidos, em vários países da Europa, na África e na América do Sul. “Pretendemos continuar levando a beleza da música coral com qualidade e maestria para igrejas, teatros e praças. Temos um compromisso com a formação de público.”

A regente Marcia acredita que quanto maior o público, mais gente interessada em cantar haverá. A trajetória do Coralusp tem sido reconhecida em âmbito nacional e internacional. Já recebeu cinco premiações da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), entre outros méritos, e é referência na educação musical. “Além dos 15 grupos e das duas oficinas, os integrantes têm, gratuitamente, aulas de percepção e de canto.”

Além dos ensaios e apresentações, o Coralusp mantém um programa didático, organizado pelas equipes das áreas de técnica vocal e estruturação musical, estimulando nos coralistas o interesse pelo conhecimento da música e seus aspectos teóricos. Possui um acervo variado de obras corais, composto de arranjos de música popular brasileira, especialmente aqueles elaborados por Damiano Cozzella, disponíveis para consulta. Recentemente, teve três projetos contemplados no Programa de Intercâmbio de Atividades de Cultura e Extensão, da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, destinados a levar música brasileira ao Berklee College of Music, em Valência, na Espanha, à Pontifícia Universidad Javeriana de Bogotá, na Colômbia, e à École Nationale de Musique, em Villeurbanne, na França.

Ouça abaixo trechos de apresentações do Coralusp

Apresentação do grupo Azul do Coralusp

.

Apresentação do grupo XI de Agosto

Apresentação da Cantata Brasileira, de André Juarez, parte 1

.Cantata Brasileira, Parte 1

Apresentação da Cantata Brasileira, de André Juarez, parte 2

Como se inscrever e participar

Para se inscrever, é preciso acessar e preencher a ficha de inscrição no site http://www.coralusp.prceu.usp.br. Podem se inscrever pessoas acima de 18 anos, com ou sem experiência musical. Importante verificar os horários de ensaios e os requisitos de cada grupo.

Após preencher a ficha de inscrição, é necessário fazer o agendamento do teste vocal pelos telefones (11) 3091-3930 e (11) 2648-0815.

Os grupos que estão com vagas abertas para todas as vozes com ou sem experiência são:

Grupo 12 em Ponto, regente Eduardo Fernandes, com ensaios às segundas e quartas-feiras, das 12h às 14h, na sede do Coralusp, na Cidade Universitária.

Grupo XI de Agosto, regente Eduardo Fernandes, com ensaios às quartas-feiras, das 19h às 22h, e aos sábados, das 10h às 13h, na Faculdade de Direito, no Largo São Francisco, 95, 3º andar.

Grupo Azul Dia, regente André Juarez, com ensaios às terças e quintas-feiras, das 12h às 14h, na sede do Coralusp, na Cidade Universitária.

Grupo Azul Noite, regente André Juarez, com ensaios às segundas e quartas-feiras, das 20h às 22h, e aos sábados, das 15h às 18h30, na sede do Coralusp, na Cidade Universitária.

Grupo Novo, regente Tiago Pinheiro, com ensaios às quartas e sextas-feiras, das 14h às 16h, no Teatro da USP (Tusp), instalado no Centro Universitário Maria Antonia (Ceuma) da USP (rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque, em São Paulo).

O grupo Sul Fiato, sob a regência de Paula Christina Monteiro, tem vagas para tenores com ou sem experiência e sopranos com experiência. Os ensaios são às quintas-feiras, das 18h às 20h30, na sede do Coralusp na Cidade Universitária.

Para os grupos Tendal e Yayá, a inscrição deve ser feita diretamente com o regente Mauro Aulicino pelo e-mail mraulicino@gmail.com.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados