Pílula de prevenção do SUS é vitória contra epidemia de HIV

Após anos de debate, Ministério da Saúde adota medicamento pré-exposição ao vírus para grupos de risco

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Para o professor da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), Esper Kallás, a política adotada pelo SUS é uma importante medida para os grupos mais vulneráveis ao HIV. Ele explica que a profilaxia pré-exposição foi direcionada para mulheres com parceiros soropositivos em áreas sem acesso à saúde. O sucesso dos estudos levou à expansão das medidas aos grupos de homens homossexuais e mulheres transgêneros.       

Foto: Divulgação/ONU

A partir disso, houve uma mobilização para tornar a profilaxia pré-exposição uma política pública, adotada na última quarta-feira. O professor explica que essa ação é eficaz, mas é tomada em conjunto com outras medidas de prevenção  da Aids-HIV. Além disso, Kallás esclarece dúvidas a respeito do tratamento das doenças sexualmente transmissíveis.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados