Pesquisa internacional mostra que não há consumo seguro de álcool

Mesmo a ingestão de uma ou duas doses diárias de bebidas alcoólicas aumenta consideravelmente os riscos de AVC

Um dito popular entre as pessoas é que o leve consumo de vinho é bom para a saúde. No entanto, segundo uma publicação do periódico The Lancet, pesquisadores do Reino Unido e da China descobriram que o consumo diário de uma ou duas doses de álcool aumenta o risco de AVC (Acidente Vascular Cerebral) entre 10% e 15%, mas não se notou associação com o infarto do miocárdio.

O estudo despertou algumas reações em pesquisadores e leitores que tentaram explicar esses resultados, comenta o colunista. Para ele, talvez a resposta esteja na metodologia aplicada, pois ela focou muito mais no consumo de destilados e cerveja do que no de vinho, assim nem se pensou em buscar essa relação com o enfarte.

Faisal ainda cita alguns dados que provam como a mulher tem aumentado sua ingestão de bebidas alcoólicas devido à mudança de seu papel na sociedade, e ressalta a importância da prudência. Afinal, ele diz: “A mensagem da pesquisa é que não há um consumo seguro de álcool”.

Confira a coluna Saúde Feminina por meio do player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •