Professores da USP refletem sobre crise da Universidade

Seminário no dia 4 marca lançamento de livro sobre origens da crise e propostas para a instituição

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn209Print this pageEmail
Em livro, especialistas apontam causas da crise e seus impactos e debatem o aprimoramento da governança universitária – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.
A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP realizará no próximo dia 4 de maio, às 11 horas, o seminário Governança Universitária em Tempos de Crise, que discutirá os meios ao alcance da universidade pública para aprimorar as condições de ensino, pesquisa e extensão em tempos de crise. O evento marcará o lançamento do livro Universidade em Movimento – Memória de uma Crise, uma iniciativa da unidade em conjunto com a Fapesp e a Com-Arte, editora laboratório dos alunos de Editoração da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.

Com a abertura do diretor da FEA, Adalberto Fischmann, o seminário terá como expositores os próprios autores do livro: o professor Jacques Marcovitch (FEA), organizador da obra; o presidente da Fapesp e professor José Goldemberg; o vice-reitor da USP Vahan Agopyan; Alexandre Sassaki, doutor em Administração pela USP e autor da tese Governança e Conformidade na Gestão Universitária; e os professores da USP Carlos Antonio Luque (FEA), Nina Ranieri (Faculdade de Direito), Sérgio Adorno (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) e Luiz Nunes de Oliveira (Instituto de Física de São Carlos). O diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz, fará o encerramento.

Foto: Reprodução/Editora ComArte – Fapesp

Em 2014, a crise financeira da Universidade passou a ser noticiada com frequência pela mídia. Com a elevação de seus gastos sem o correspondente aumento da receita por meio dos repasses do Tesouro do Estado de São Paulo, a USP se viu obrigada a rediscutir sua própria governança para garantir o futuro do ensino, da pesquisa e da extensão sem colocar em risco sua qualidade e excelência, condições que alçaram a instituição no topo do ranking de melhor universidade brasileira.

No ano passado, a crise financeira da USP foi tema da tese de doutorado de Alexandre Sassaki, defendida na FEA, sob a orientação do professor Jacques Marcovitch. Preferindo chamá-la de “desequilíbrio financeiro”, Sassaki procurou identificar em seu estudo as suas causas e impactos, focando o período de 2010 a 2014. Conciliando conceito de compliance, teoria de sistema e governança universitária, o estudo buscou responder pelo menos quatro questões: quais as razões que explicam o desequilíbrio financeiro, quais as ações e decisões tomadas pela USP que culminaram com a crise, se as decisões adotadas entre 2010 e 2013 foram amparadas por instrumentos normativos da USP, e quais propostas poderiam aperfeiçoar a governança e a conformidade na Universidade.

As respostas para essas perguntas estão no livro Universidade em Movimento: Memória de uma Crise, que será lançado na próxima quinta-feira. A obra possui ao todo nove textos, divididos em duas partes. Uma delas é dedicada a “explicar” as causas da crise e seus impactos, com a publicação do trabalho de Alexandre Sassaki. São dois capítulos: “A Crise, suas Causas e seus Impactos” e “Fundamentos Teóricos e Metodológicos”.

A outra parte reúne textos dos professores da USP, “um conjunto de reflexões movidas pelo devotamento à universidade pública e pelo respeito à sociedade que a mantém”, com o objetivo de contribuir para “o aprimoramento da governança universitária e da tomada de decisões nas universidades públicas brasileiras”. São sete capítulos: “A Missão Acadêmica e seus Valores” (Jacques Marcovitch); “O Desequilíbrio Financeiro da USP” (Vahan Agopyan e Rudinei Toneto Jr.); “Alguns Desafios para o Financiamento” (Carlos Antonio Luque); “Autonomia Universitária e Lei de Responsabilidade Fiscal” (Nina Ranieri); “Em Busca da Excelência” (José Goldemberg); “Avaliação: Resultados, Tendências e Desafios” (Luiz Nunes de Oliveira); e “USP: O Êxito e a Crise” (Sérgio Adorno).

Jacques Marcovitch, organizador do livro – Foto: Wikimedia Commons

.
O livro Universidade em Movimento: Memória de uma Crise será vendido pela Edusp ao preço de R$ 40. Para quem comparecer ao lançamento, haverá um desconto de 50% sobre esse valor. Após o dia 4 de maio, o livro será disponibilizado gratuitamente para download (Open Access), no portal do Sistema Integrado de Bibliotecas da USP (SIBiUSP).

Serviço

Seminário Governança Universitária em Tempos de Crise e lançamento do livro Universidade em Movimento – Memória de uma Crise
Data: 4 de maio, quinta-feira
Horário: 11 às 13 horas
Local: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP – Sala da Congregação – Av. Luciano Gualberto, 908 – Cidade Universitária, São Paulo-SP

Da Assessoria de Imprensa da FEA

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn209Print this pageEmail

Textos relacionados