Fórum de Editoração vai discutir a influência do leitor no mercado editorial

Organizado por alunos e professores da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, evento acontece no dia 15 de outubro na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, em Pinheiros

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn4Print this pageEmail
Alunos da ECA preparam o cartaz de divulgação do Fórum de Editoração
Alunos da ECA preparam o cartaz de divulgação do Fórum de Editoração – Foto: Divulgação

Nos últimos anos o Brasil testemunhou o crescimento do mercado editorial, no que se refere tanto ao fortalecimento das grandes empresas do setor como ao surgimento de novos empreendimentos menores e independentes. Esse crescimento tem sido creditado a uma renovação da forma como as editoras se relacionam com seus leitores, promovendo uma aproximação entre o público e quem produz o livro.

É justamente isso o que será discutido no dia 15 de outubro, durante o 12º Fórum de Editoração – Leitor em Cena: Diversas Peças, Novos Encaixesorganizado por alunos e professores da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. O evento é o maior da área no País e conta com a presença dos próprios alunos e professores, além de profissionais do ramo e de empresas do campo de publicações.

Em sua 12ª edição, o Fórum busca trazer para discussão a cada vez mais forte influência do leitor na forma como as editoras se comportam na produção de suas peças. As mesas dialogam entre si nesse assunto, tentando apresentar às diferentes camadas de seu público como se encaixar nesse mercado em grande crescimento e que passa por muitas mudanças.

“A temática sempre é escolhida depois que organizamos todas as mesas, conforme fechamos os assuntos de cada uma. Discutimos ao final qual será o tema comum do Fórum e neste ano percebemos que essa relação do leitor com a editora era comum a todas elas”, afirma Anna Clara Ferro, aluna do curso de Editoração e membro da Com-Arte Jr., a empresa júnior da ECA, uma das organizadoras do evento.

Professores do Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA, Thiago Mio Salla e Plinio Martins Filho apontam que o evento é importante para os alunos da área. Segundo eles, o Fórum serve de complemento à grade do curso e também faz com que os estudantes tenham contato com o mercado de trabalho, uma vez que os profissionais comparecem ao evento para se atualizar e as empresas sempre marcam presença.

O professor Plinio Martins Filho orienta aluno na realização do Fórum de Editoração
O professor Plinio Martins Filho orienta aluno na realização do Fórum de Editoração – Foto: Divulgação

“O evento começou em 2005 e já está na décima segunda edição. Desde o começo a iniciativa partiu dos alunos. Eles têm autonomia para definir todo o escopo do Fórum, ou seja, a temática, os convidados etc. E desde o início tudo foi visto como uma complementação ao curso”, afirma Salla. “Para quem trabalha no mercado editorial, o evento já se tornou um acontecimento. Dá para perceber que não há só estudantes de Editoração ou Letras, há profissionais que vão para se reciclar, discutir. É muito mais que somente uma complementação da grade.”

Desde a primeira edição, o Fórum tem obtido apoio de grandes editoras e tem alcançado sempre um excelente público. “O evento sempre teve uma grande plateia. Há um público interessado nisso. Os encontros da área de editoração são grandes eventos culturais que têm um mercado enorme”, afirma Martins Filho.

O Fórum também existe para divulgar o curso de Editoração, que é bastante desconhecido para muitas pessoas. Essa maior difusão do curso melhora a situação do profissional do ramo, que ganha um espaço nas grandes editoras desde o período de estágio até a formação.

“Houve um tempo em que você ia numa Bienal e ninguém sabia da existência do curso. Hoje há uma diferença entre quem se formou em Letras e Editoração. Hoje toda editora irá preferir o aluno de Editoração ao de Letras. As Letras só formam no texto, o profissional de editoração se forma no texto, na arte, na divulgação, no marketing”, ressalta Martins Filho.

A entrada de mais profissionais do curso de Editoração dentro das empresas do ramo fez as editoras mostrarem uma postura mais ativa. Com o surgimento de novos empreendimentos, a discussão sobre a relação da publicadora com o leitor é intensificada e fica muito mais próxima do que já foi nos anos 70 e 80.

Em relação a isso, o Fórum destaca o papel da promoção do livro para as pessoas. A figura do marketing ganha força, seja para compreender o desejo do leitor e repassar isso ao mercado, seja ao agir para ampliar as possibilidades da empresa por meio das mídias sociais ou mesmo por novidades, como a onda de youtubers lançando livros, observada nos últimos anos, ou até transformando o leitor em autor, chamando-o para escrever e publicar seus textos.

O 12º Fórum de Editoração será realizado no dia 15 de outubro, das 9h às 17h, no auditório da Biblioteca Alceu Amoroso Lima (rua Henrique Schaumann, número 777, Pinheiros, São Paulo). Entrada grátis.

Confira a seguir a programação completa do 12º Fórum de Editoração

9:00 – Mesa 1: A Forma da Matéria: Desenhando a Revista

10:30 – Coffee break

10:45 – Mesa 2: Pensando dentro do Quadrado

12:15 – Pausa para o almoço

13:15 – Mesa 3: Nos Bastidores do Livro: o Agente Literário

14:45 – Coffee break

15:00 – Mesa 4: A Era dos Fãs e as Narrativas Adaptadas

16:30 – Encerramento

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn4Print this pageEmail

Textos relacionados