USP na Amazônia: das trilhas da Neblina ao laboratório de campo

Após coleta de espécimes, cientistas da USP que subiram ao Pico da Neblina trabalham no laboratório de campo na Amazônia

  • 22
  •  
  •  
  •  
  •  

O Núcleo de Divulgação Científica apresenta ao público uma série de reportagens sobre a expedição de pesquisadores da USP ao Pico da Neblina, realizada com o apoio do Exército brasileiro no final do ano passado.

Confira os novos vídeos do especial publicado no Canal USP.

Sapos, cobras e lagartos no laboratório de campo

Neste vídeo, veja os herpetologistas da USP no laboratório de campo montado para eles pela tropa do Exército brasileiro.

Reportagem: Ana Paula Chinelli. Edição: Rafael Simões

.

O efeito da temperatura mais alta sobre lagartos

O zoólogo Agustín Camacho monta um experimento simples para entender qual a temperatura máxima que lagartos amazônicos podem suportar antes de escapar.

Reportagem: Ana Paula Chinelli. Edição: Rafael Simões

Aves de Maturacá: uma visão geral

Luis Fábio Silveira apresenta as espécies de aves coletadas na primeira parte da expedição.

Reportagem: Ana Paula Chinelli. Edição: Rafael Simões

Roedores e marsupiais, agora no laboratório

Alexandre Percequillo, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, apresenta os espécimes que coletou em torno de Maturacá: pequenos roedores e marsupiais.

Reportagem: Ana Paula Chinelli. Edição: Rafael Simões

Afinal, a eterna neblina

A expedição chega, enfim, ao Pico da Neblina, com dois dias de atraso por causa do mau tempo. Foi uma pena: as equipes de reportagem, a da BBC e a do Canal USP, só ficaram dois dias no pico antes de voltar às suas bases. Mesmo assim, deu para mostrar o clima das alturas.

Reportagem: Ana Paula Chinelli. Edição: Rafael Simões.

Um roedor nas alturas

O Canal USP acompanhou Alexandre Percequillo, zoólogo especializado em mamíferos, nas trilhas do Pico da Neblina. Venha conosco.

Reportagem: Ana Paula Chinelli. Edição: Rafael Simões.

Leia também:

USP vai ao Pico da Neblina descobrir a biodiversidade do Brasil

 

A USP sai em busca da biodiversidade amazônica

Aves, anfíbios, répteis e plantas: a vida no Pico da Neblina

  • 22
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados