Projeto Dar Voz promove diversidade no rádio contra monopólios da mídia

Iniciativa celebra Dia Internacional do Rádio dando espaço para ideias pouco presentes nos meios hegemônicos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Por meio de uma parceria entre o Grupo de Pesquisa Cidade do Conhecimento, a instituição londrina de ativistas políticos e da tecnologia Newspeak House, e a Rádio USP, o projeto em áudio Dar Voz celebra o Dia Mundial do Rádio, comemorado no dia 13 de fevereiro. O trabalho surgiu no início deste ano em contato com ativistas de todo o mundo preocupados com o nível de concentração de poder na internet.

O professor do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão Gilson Schwartz afirma que a ação visa a ouvir manifestações de comunidades, movimentos sociais e artistas. Segundo o docente, a ideia é dar espaço aos grupos que não têm espaço de fala nos monopólios da mídia.

Ele acredita que a iniciativa estimule um espírito crítico escasso no meio virtual, já que, na visão dele, as grandes empresas das redes sociais têm incentivado a espionagem e a interferência nos processos políticos. Além disso, Schwartz acredita que o Dar Voz é uma alternativa contra o discurso de ódio e a intolerância que pairam na internet.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados