Animação mostra ritmo biológico de uma família por 24 horas

Ideia do projeto “Tempo na Vida” é acompanhar de forma interativa as mudanças ocorridas no organismo durante o dia

Por - Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=192145
  • 70
  •  
  •  
  •  
  •  
Tela inicial mostra os sete personagens da animação – Ilustração: Divulgação/Tempo na vida-EACH

Desenvolvido por um grupo de pesquisa da USP, a animação Tempo na Vida permite acompanhar as atividades dos vários integrantes de uma família e os seus ritmos biológicos durante a realização de cada uma delas.

“Um bebê, um menino, um adolescente, um casal, uma avó e um tio que trabalha à noite: mostramos, ao todo, sete personagens ao longo das 24 horas do dia, em uma rotina normal da família; a ideia é mostrar que o organismo muda a cada hora do dia. Isso é normal no funcionamento dos seres vivos em geral, não apenas dos seres humanos”, conta o professor Luiz Menna Barreto, coordenador do projeto, em entrevista divulgada no site.

A iniciativa é do Grupo de pesquisa Multidisciplinar de Desenvolvimento e Ritmos Biológicos (GMDRB) da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP.

Na animação, é possível interagir com os personagens, clicando sobre cada um para saber como está o seu ritmo biológico por meio de indicadores dos batimentos cardíacos, eletroencefalograma, temperatura oral, além de gráficos que demonstram a produção de cortisol, tudo baseado em estudos científicos.

A dimensão temporal da vida é uma área do conhecimento relativamente recente conhecida como cronobiologia – foram as descobertas sobre o relógio biológico, inclusive, que levaram ao prêmio Nobel de Medicina em 2017.

É possível verificar a frequência cardíaca e várias outras informações tanto do garoto que está dormindo, como do irmão no computador – Ilustração: Divulgação / Tempo na vida-EACH
A cada momento do dia, são mostrados os indicadores do ritmo biológico de cada membro da família – Ilustração: Divulgação / Tempo na vida / AECH

Tempo na Vida é uma animação projetada e divulgada em uma primeira versão em 2012, apresentada em eventos científicos e de divulgação para públicos variados. Esta versão é a atualização da animação, concluída em 2018. O trabalho atual demorou cerca de um ano para ser finalizado.

Para conferir o resultado e ler mais sobre a iniciativa, acesse o site do projeto. Na plataforma, também é possível consultar o material de apoio utilizado para produzir a animação e solicitar uma cópia dela para ser utilizada em sala de aula.

Da Assessoria de Imprensa da EACH

Mais informações: e-mail contato@temponavida.com

  • 70
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados