Emoções negativas podem influenciar no desenvolvimento de câncer

Tratamento psicoterápico pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de câncer

A relação entre as emoções e o surgimento do câncer está entre os mais importantes fatores de risco da doença. Na prevenção, a psicoterapia surge como alternativa. Ao saber lidar com as emoções, a pessoa diminui o risco de somatizar o problema através do câncer.

O psicólogo Lucas Lotério, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, recomenda a psicoterapia para ajudar a lidar com as emoções, assim podendo superar o estresse e depressão; no entanto, não descarta a ajuda de familiares e amigos. Ter um ciclo de apoio é essencial, podendo influenciar no sentido de que essas emoções tenham menos impacto na vida das pessoas.

Lotério fala também que a alimentação, prática de exercícios físicos e ter um hobby são fatores que ajudam a lidar com as emoções, podendo fazer com que o estresse e a depressão diminuam.  

Ouça a entrevista no link acima.

Por Júlia Gracioli

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.