Chapas de raio-x podem prejudicar meio ambiente e saúde humana

O descarte incorreto das chapas pode causar contaminação por conta da prata, metal pesado presente nas radiografias

 19/02/2019 - Publicado há 3 anos
Por

Radiografias são necessárias para diagnósticos, mas seu descarte deve ser feito de maneira correta. Além do plástico, as chapas de raio-x também possuem prata em sua constituição, um metal pesado que pode ser tóxico para o meio ambiente e a saúde das pessoas. Por isso, as radiografias não podem ser colocadas no lixo comum. O certo é deixá-las em postos de coleta para que sejam recicladas.

Metais pesados podem contaminar solo e água e, se entrarem em contato com humanos, podem afetar seu organismo, causando desde anemia a efeitos neurológicos. Para entender mais sobre os riscos e a maneira de descarte correta, conversamos com Thais Mauad, professora da Faculdade de Medicina da USP.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.