Hospital Universitário mantém atendimentos durante a greve

Segundo a Assessoria de Imprensa da USP, consultas, exames e atendimento de urgência estão sendo feitos normalmente

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Médicos do Hospital Universitário (HU) da USP entraram em greve a partir desta segunda-feira, 30 de maio. Entretanto, segundo a Assessoria de Imprensa da USP, consultas, exames e atendimento de urgência estão sendo feitos normalmente.

A estimativa da direção do hospital é de que a adesão seja cerca de 20 médicos, de um total de mais de 250 médicos.

Funcionários do Hospital Universitário estão em greve desde o dia 23 de maio, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp).

A possível desvinculação do HU da USP, com a transferência da administração para Secretaria de Estado da Saúde, é um dos principais motivos alegados para a greve decretada pelos servidores da USP desde o dia 12 de maio.

 

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados