Casal completa 30 anos de práticas esportivas na USP

Inês e Antônio atribuem longevidade saudável ao esporte, eles frequentam curso comunitário de educação física

Por - Editorias: Extensão
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Foto: Comunicação EEFE
Antônio e Inês frequentam o curso comunitário de Educação Física para Idosos na USP – Foto: Comunicação EEFE

.
O sonho da longevidade: ultrapassar os 85 anos de idade com saúde, qualidade de vida e sem remédios. Um ideal que parece distante para boa parte dos idosos é realidade para Inês e Antônio. A dupla chama a atenção não só pela simpatia, mas também pela vitalidade e pela disposição. Ambos atribuem tamanha virtude ao esporte e à atividade física. “É caderneta de poupança do coração”, diz Antônio. “Mantendo o esporte, a gente mantém a saúde. Eu, com quase 90 anos, não sinto dor nenhuma”, complementa. Para eles, o exercício físico é mais que uma rotina, é prioridade em suas vidas.

O casal é aluno do curso comunitário de Educação Física para Idosos na Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP há mais de 20 anos, mas sua história na Universidade remonta ao início dos anos 1990, quando os dois começaram a praticar atletismo no Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp). Apesar de sempre terem gostado de esportes, eles começaram sua prolífica carreira competitiva depois dos 50 anos. Desde então, foram inúmeras as medalhas conquistadas em corridas de rua e campeonatos nacionais e internacionais.
.

20170217_01_casal
Antônio durante atividade do curso comunitário – Foto: Comunicação EEFE

.
Foi assim que Inês e Antônio já percorreram o mundo – juntos, já competiram no Canadá, Japão, França e Chile, dentre outros países. Ela, atualmente, disputa medalhas na corrida e ele no salto a distância e em altura. A conquista mais recente foi no Americas Masters Games 2016. Realizado em Vancouver, Canadá, o campeonato rendeu a ela medalhas de ouro nos 100 m e 200 m rasos. O marido não ficou para trás e levou o ouro nos saltos em altura e em distância.

Para manter a forma física, o casal considera importante variar as modalidades esportivas, então, também pratica boxe, tênis de campo, caminhada nórdica, musculação e mallet golf (uma espécie de minigolfe). Nas horas vagas, os dois também dançam, viajam e aproveitam os filhos, netos e bisnetos. Quando podem, participam como voluntários de pesquisas sobre exercícios físicos com idosos. Antônio também chegou a atuar como árbitro e na organização de eventos de atletismo veterano.

De naturalidade japonesa, o nome oficial de Inês é Mitsu H. Shimizu. Ela veio ao Brasil com três anos de idade e aqui se casou com Tomihiko Shimizu (mais conhecido como Antônio ou simplesmente Tomi). Os dois estão juntos há quase seis décadas e procuram transmitir para as próximas gerações a paixão pelo esporte e pela atividade física. Sua neta Nathaly Junko Shimizu Kurata, por exemplo, é tenista profissional e a sétima no ranking nacional da Confederação Brasileira de Tênis.

Quem também se sentir inspirado pela dedicação do casal Shimizu pode buscar informações sobre os cursos comunitários da EEFE na Secretaria de Cultura e Extensão da unidade, que oferece atividades para diversas faixas etárias e grupos diferenciados. As inscrições abrem no início de cada semestre, mas vale a pena conferir as vagas remanescentes de cada programa. A Escola de Educação Física e Esporte está localizada na Av. Prof. Mello Moraes, 65, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações no site: http://www.eefe.usp.br/?curso_comunitario/listar/tpc/7

Da Assessoria de Comunicação da EEFE

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados