USP premiará docentes e funcionários da Instituição

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Em uma iniciativa inédita, a Universidade de São Paulo (USP) criou o Prêmio Excelência Acadêmica Institucional USP, com o objetivo de reconhecer e valorizar as ações de docentes e servidores técnico-administrativos no desempenho das atividades que contribuem para o resultado institucional. A criação da distinção foi aprovada na Sessão do Conselho Universitário, realizada no dia 4 de novembro. 

O prêmio representará um valor em dinheiro a ser pago a professores e funcionários de todos os campi da USP, além de docentes aposentados que tenham termo de adesão e de permissão de uso ou termo de colaboração e de permissão de uso em vigência por, no mínimo, seis meses no ano da medição dos resultados. 

“A proposta do prêmio é reconhecer o esforço coletivo da comunidade acadêmica nessas conquistas, que conduzem à ampliação da liderança acadêmica da Universidade, tanto no cenário nacional quanto no internacional”, ressalta a reitora da USP, Suely Vilela. 

Os critérios de avaliação para a concessão do prêmio levam em consideração os indicadores de desempenho da Universidade relacionados à avaliação continuada e trienal da Pós-Graduação pela Capes; ao cumprimento dos planos de metas das Unidades, que incluem metas para o ensino, pesquisa, cultura e extensão, acompanhado pela Comissão Permanente de Avaliação; e à posição ocupada pela USP em quatro rankings internacionais: Webometrics Ranking of World, Institute of Higher Education da Shanghai Jiao Tong University, Higher Education Evaluation & Accreditation Council of Taiwan e The Times Higher Education. 

O desempenho da Universidade, sob o aspecto do mérito e com base nesses indicadores, e a outorga da distinção serão avaliados, a cada ano, pela Comissão Gestora do Prêmio, composta pelo vice-reitor, pelos quatro pró-reitores da Universidade (Graduação, Pós-Graduação, Pesquisa e Cultura e Extensão Universitária), pelo presidente da Comissão de Atividades Acadêmicas do Conselho Universitário e por representantes dos servidores técnico-administrativos e dos discentes.  

O prêmio será concedido em duas parcelas iguais, sendo a primeira no segundo semestre do ano em que for divulgado o resultado dos rankings e, a segunda, no primeiro semestre do ano imediatamente subseqüente. O valor do prêmio será estipulado em função da disponibilidade orçamentária da Universidade. 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail