Moção da Congregação da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Em reunião ordinária realizada no dia 10/05/07, a Congregação da Faculdade de Odontologia de Bauru define sua posição de repúdio e veemente desaprovação sobre a invasão da Reitoria da Universidade de São Paulo, ocorrida no último dia 03/05/07. A invasão resultou em depredação do bem público e colocou em risco a integridade física das pessoas presentes no local invadido.

Considera a Congregação que atos dessa natureza enfraquecem a relação de diálogo que deve existir, e sempre existiu, entre os diferentes segmentos da Universidade de São Paulo, e desvirtuam a legitimidade de qualquer tipo de reivindicação. Num momento em que a violência se torna prática corriqueira em nosso País, sobrepondo-se aos direitos de cidadania, agredindo física e moralmente a sociedade, não pode a Universidade aceitar que atos de tal natureza se transformem em instrumento de pleitos de direito, ainda que acompanhado de legítimo motivo.

Esta Congregação entende, ainda, que as manifestações reivindicatórias, acompanhadas da proporcional dose de responsabilidade de quem as pratica, pressupõem respostas de ordem administrativas e jurídicas para garantir, sim, o direito à contestação, mas também para não permitir que a violência, a agressão e o desrespeito prevaleçam à razão e ao debate.

Assim, esta Congregação presta solidariedade à conduta da Magnífica Reitora Profª Drª Suely Vilela em prol das normas de respeito à moral, costumes e dos anseios da própria Universidade de São Paulo.

Prof. Dr. Luiz Fernando Pegoraro – diretor e presidente da Congregação da FOB-USP 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail