35% dos cursos de Pós-Graduação da USP têm nível de excelência

De acordo com a pesquisa, dos 224 programas oferecidos pela USP, 35% receberam notas 6 e 7, considerados com padrão internacional de qualidade.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Dos 224 programas de Pós-Graduação oferecidos pela USP, 35% têm nível de excelência, segundo avaliação trienal (2007-2009) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), divulgada no dia 14 de setembro.

De acordo com a pesquisa, dos 224 programas oferecidos pela USP, 35% receberam notas 6 e 7, considerados com padrão internacional de qualidade; 39% obtiveram nota 5, atribuída aos programas que atingem muito bom nível; 23%, nota 4, caracterizando aqueles com bom desempenho; e 3% foram avaliados com nota 3. Em toda a região Sudeste, a USP responde por 33% dos programas com conceitos 6 e 7.

Em comparação à avaliação anterior, do período 2004-2006, a USP registrou melhora significativa nos conceitos dos programas. Do total do número de programas, os avaliados com conceito 7 passaram de 25 para 33, e, os com conceito 6, de 39 para 44. Da mesma forma, os programas com conceito 3 caíram de 16, na classificação anterior, para 7, na avaliação recém-divulgada.

"O desempenho da USP como um todo foi excelente”, avalia Vahan Agopyan

“O desempenho da USP como um todo foi excelente”, considera o pró-reitor de Pós-Graduação, Vahan Agopyan. O pró-reitor ressalta, entretanto, que esses resultados não são definitivos, pois as instituições têm até o final de outubro para apresentar recursos, o que pode alterar alguns dos conceitos atribuídos aos programas da Universidade.

Segundo Agopyan, apesar dos bons resultados, “a instituição ainda precisa melhorar”. Para isso, a Pró-Reitoria tem trabalhado em três frentes: a avaliação, ações de proatividade para aprimoramento dos programas e a internacionalização. “Não há fronteiras para a ciência. É imprescindível que o país tenha um centro de pesquisa que seja competitivo internacionalmente”, destaca.

No que se refere à avaliação, a Pró-Reitoria promove, entre os dias 26 e 29 de setembro, o seminário “A USP pensa a Avaliação da Pós-Graduação”. Nesse evento, os presidentes das Comissões de Pós-Graduação das Unidades de Ensino e Pesquisa e os coordenadores dos programas de todas as áreas do conhecimento estarão reunidos para discutir os resultados da avaliação Capes e apresentar suas contribuições para o aperfeiçoamento de seus programas.

(Foto: Francisco Emolo)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados