Os reflexos da informalidade urbanística nas cidades brasileiras

Especialista da FAU analisa histórico de colonização que levou a uma “ocupação urbana mais espontânea”

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Ao fazer um retrospecto das origens dos povoados brasileiros, o professor Guilherme Wisnik, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, encontra explicações para o exercício da cidadania nos dias de hoje.

“Na própria gênese das nossas cidades, de certa forma, a gente percebe uma certa aversão, ou dificuldade, ou repulsa, ao espaço público como algo estruturador”, reflete Wisnik. “E isso se nota. Nossos espaços públicos acabam sendo dominados mais pela informalidade.”

Segundo o professor, “isso tem desdobramentos modernos”.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados