Instituto de Medicina Tropical é referência mundial em pesquisa

Unidade especializada da USP marcou o País nos estudos para combate de doenças como Chagas

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn47Print this pageEmail

Fundado em 1959, o IMT-USP contribuiu com o Brasil na luta contra doenças tropicais. Segundo sua diretora, Ester Sabino, o instituto surgiu em um momento em que 10% da população de São Paulo sofria com a doença de Chagas. Diante desse cenário, muitas pesquisas foram conduzidas na unidade, que hoje participa de pesquisa para combater o vírus zika. O IMT-USP se tornou um Instituto Especializado (IE) em 2000 e é um dos centros de pesquisa da organização Institutos Nacionais da Saúde para Doença de Chagas.

Instituto de Medicina Tropical – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

A respeito da doença de Chagas, a diretora comenta que o paciente precisa encontrar um sistema mais organizado de tratamento, uma vez que hoje ele é levado à atenção primária quando a doença já evoluiu para uma situação mais grave.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn47Print this pageEmail

Textos relacionados