Ar frio e seco pode aumentar a dispersão de poluentes

Professor Paulo Saldiva trata das relações entre inverno, poluição e transporte público de qualidade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

A chegada do ar frio e seco, por si só, pode comprometer a saúde, mas a situação se agrava quando soma-se a isso a emissão dos poluentes, principalmente pelas fontes veiculares e sua dispersão – fenômeno comum nesses dias de inverno.

O ar típico do inverno e suas relações com a poluição e com um transporte público mais eficiente é tema da coluna “Saúde e Meio Ambiente” desta semana, comentada pelo  professor Paulo Saldiva.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados