Inovar e empreender devem ser constantes, diz diretor da Fapesp

Carlos Américo Pacheco fala sobre os trabalhos e expectativas da fundação quanto à inovação

A inovação e o empreendedorismo devem ser práticas constantes nas universidades para melhorar a posição do Brasil no ranking dos países mais inovadores do mundo.

Para Carlos Américo Pacheco, diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), eventos como o Sétimo Seminário Sobre Rotas Tecnológicas são importantes para identificar os caminhos que a inovação deve seguir.

Além disso, Pacheco conta que a Fapesp apoia a inovação tecnológica desde 1995,  com o programa Parceria para a Inovação Tecnológica (Pite). “Está crescendo a demanda e a qualidade dos projetos já existentes.”

Ouça a entrevista no link acima.

 

Textos relacionados