Pesquisadores de São Carlos criam película de silício para ser usada como lente

A inovação resultará em lentes fotográficas semelhantes às usadas nos smartphones. Resultados da pesquisa acabam de ser publicados na revista norte-americana “ACS Photonics”

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=342300

Pesquisadores de São Carlos criam película de silício para ser usada como lente
Novos Cientistas

 
 
00:00 / 11:43
 
1X
 

Na edição desta quinta-feira (30) dos Novos Cientistas, o pesquisador Augusto Martins, doutorando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, falou sobre o desenvolvimento de uma película de silício que poderá ser usada como lente fotográfica. O podcast também contou com a participação do jornalista Henrique Fontes, do campus de São Carlos.

A película obtida pelos cientistas é mil vezes mais fina que um fio de cabelo. “O desafio é fabricar lentes cada vez mais poderosas, mas com tamanhos cada vez menores”, observou Augusto Martins. A nova lente pesa aproximadamente dois microgramas, possui cerca de 230 nanômetros de espessura e tem uma área de 3,14 milímetros quadrados.

Além do pequeno tamanho, outra vantagem da película de silício, de acordo com o cientista, é que ela poderá atuar sozinha dentro do celular, sem a necessidade de incorporar lentes complementares para obter imagens em alta resolução, como acontece nas câmeras comuns.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.