USP firma parceria com a Aesp para compartilhamento de conteúdo jornalístico e cultural

Acordo prevê ampliar visibilidade do material noticioso produzido pela Rádio USP, pelo Jornal da USP e pelo Canal USP

Por
A cerimônia virtual de lançamento da parceria foi realizada no dia 5 de maio e transmitida pelo Canal USP – Foto: Reprodução

 

A USP, por meio da Superintendência de Comunicação Social (SCS), e a Associação das Emissoras de Rádio e Televisão do Estado de São Paulo (Aesp) firmaram um acordo que tem como objetivo compartilhar conteúdos jornalísticos e culturais produzidos pela Rádio USP, Jornal da USP e Canal USP com toda a rede de associados da Aesp – 159 emissoras de rádio AM, 219 FM e 31 canais de TV.

A cerimônia virtual de lançamento da parceria foi realizada no dia 5 de maio e transmitida pelo Canal USP. O evento contou com a presença do reitor da USP, Vahan Agopyan; do vice-reitor Antonio Carlos Hernandes; do secretário de Comunicação do Governo de São Paulo, Cleber Mata; do superintendente da SCS, Luiz Roberto Serrano; do presidente da Aesp, Rodrigo Valentim Neves; e do vice-presidente da associação, Fernando Vieira de Mello.

De acordo com o documento, as emissoras associadas à Aesp poderão utilizar livremente todo o material audiovisual, textual, infográfico e fotográfico produzido pela Universidade e disponibilizado no site do Jornal da USP, sem limite de vezes, tanto no Brasil quanto no exterior. A proposta principal é ampliar a visibilidade do material jornalístico produzido pela Universidade. O acordo tem vigência de cinco anos.

Luiz Roberto Serrano – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

“O Jornal da USP, que teve 2,7 milhões de visualizações de páginas em abril, concentra a produção diária de textos noticiosos, artigos, áudios da Rádio USP, podcasts e vídeos que mostram a produção das áreas de ciências exatas, humanas e biológicas nos oito campi da Universidade, inclusive a visão dos especialistas da USP sobre as questões em debate na sociedade. É uma rica vitrine de temas de interesse para os ouvintes e telespectadores dos associados da Aesp em todo o Estado e no País, uma vez que a entidade reúne emissoras de alcance local e nacional”, destacou o superintendente da SCS, Luiz Roberto Serrano.

Segundo ele, “a Superintendência de Comunicação Social da USP tem a missão de mostrar para a sociedade, através do seu sistema de comunicação, como a Universidade aplica os recursos que compõem seu orçamento, provenientes do ICMS pago pelos contribuintes paulistas, e os reverte em educação, pesquisas, serviços, produtos e políticas públicas em benefício da sociedade”.

O reitor Vahan Agopyan também enfatizou a necessidade da transparência e a obrigação da Universidade em divulgar o que faz para a população. “Temos de ajudar a sociedade, sendo uma fonte fidedigna de informações. Mais do que nunca, a USP tem de estar mais próxima da sociedade, exercendo a responsabilidade de transferir o conhecimento aqui produzido para o grande público. Isso é o que chamamos de terceira missão, que é a interação umbilical da Universidade com a sociedade que a mantém. Esse acordo nos dá uma oportunidade ímpar de exercer essa função”, considerou.

Democratização do conhecimento

O secretário estadual de Comunicação de São Paulo, Cleber Mata, ressaltou a importância da informação para o fortalecimento da democracia. “O conhecimento não tem limite, nada mais justo que esse intercâmbio, essa troca de informações, porque isso fortalece a democracia e o estado democrático de direito em tempos conturbados como estes que estamos vivendo. Apoiamos sempre todas as iniciativas que fortaleçam a comunicação no nosso Estado”, afirmou.

A democratização do conhecimento foi igualmente abordada pelo vice-reitor da Universidade, Antonio Carlos Hernandes. “Neste momento da pandemia, a Universidade tem cumprido papel essencial para a sociedade, que é transmitir informações seguras com relação aos cuidados em relação à covid-19. Essa disseminação do conhecimento é primordial porque salva vidas. Além disso, esse convênio vai possibilitar expandir o trabalho que temos feito na área de educação no Estado de São Paulo, principalmente junto às escolas públicas. A Universidade tem feito isso de forma intensa e o rádio tem sido um parceiro importante, especialmente no caso dos municípios do interior do Estado”, avaliou.

O presidente da Aesp, Rodrigo Valentim Neves, comemorou o ineditismo da parceria e salientou o papel que as emissoras locais têm em suas comunidades. “A comunicação de São Paulo extrapolou o Estado, o País, principalmente pelos meios digitais. Mas não deixa de ter um aspecto extremamente importante que é o localismo, o local onde eu vivo. Ninguém fala melhor com a sua comunidade do que a rádio ou a TV local. Essa capacidade de falar e sentir a dor de sua comunidade, seus anseios, representa o localismo que só a rádio e a TV conseguem”, disse.

Assista, a seguir, à integra da cerimônia.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.