Saiba quais são as classes de anti-inflamatórios

Esses medicamentos tratam desde doenças mais simples, como artrite, até as mais sérias, como lúpus

O boletim Pílula Farmacêutica desta edição explica quais são as classes dos medicamentos anti-inflamatórios. Os remédios anti-inflamatórios são utilizados para tratar inflamações e seus sintomas, como edema, dor e febre. Esses fármacos geralmente são divididos em duas classes, os esteroidais, mais conhecidos como corticoides, e os anti-inflamatórios não esteroidais, populares pela sigla Aines.

Os corticoides são usados para aliviar sintomas desencadeados por doenças como asma, lúpus e rinite. Essa classe possui também ação imunossupressora, que é de grande importância para pacientes que passaram por transplantes, pois é necessário que o organismo não rejeite o órgão transplantado.  

Os anti-inflamatórios corticoides devem ser usados por curtos períodos, pois apresentam problemas de interação com outros medicamentos e também efeitos colaterais, como aumento de peso, náusea e insônia.

Já os Aines são utilizados para tratar problemas mais simples, como artrite, artrose e cólicas menstruais. Essa classe também oferece efeitos adversos como insuficiência renal, diarreia e hemorragia gastrointestinal.   

O boletim é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana.

Ouça acima, na íntegra, o boletim Pílula Farmacêutica.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •