Dormir mal afeta a qualidade de vida e pode levar à morte

Semana Mundial do Sono discute a importância de dormir bem para a longevidade e uma boa qualidade de vida

  • 196
  •  
  •  
  •  
  •  

O professor Octávio Pontes Neto fala na coluna Minuto do Cérebro sobre a Semana Mundial do Sono, que acontece de 11 a 17/3. O professor lembra que uma campanha desse porte é importante, afinal, “um terço da vida é gasto dormindo, e quando uma pessoa apresenta distúrbios relacionados ao sono sua qualidade de vida é afetada”.

Pontes Neto convida para o programa o professor de Neurologia e Medicina do Sono, Alan Luiz Éckeli, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, que conta qual é a importância da campanha deste ano, cujo tema é Dormir bem é envelhecer com saúde.

Éckeli conta que o sono é vital para o organismo, “assim como a respiração e alimentação, e,  por conta disso, condições e doenças que comprometem o sono podem afetar diretamente a saúde humana, promovendo uma redução de vida e, em determinados casos, levando até mesmo à morte”.

O professor conta que mundialmente serão realizadas ações relacionadas ao sono e que em Ribeirão Preto o evento será no 14 de março, às 18 horas, na FMRP, onde serão realizadas apresentações sobre o tema, além de uma oficina de mindfulness. O evento se estenderá ainda para o sábado, quando serão realizadas ações, juntamente com a comunidade, na Praça XV, centro da cidade, e no domingo de manhã, na praça Luís Carlos Raya.

Ouça acima na íntegra a coluna Minuto do Cérebro.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 196
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados