USP premia as melhores propostas de recepção aos calouros

“É uma forma de dizer às unidades e aos veteranos: muito obrigado por ajudar a USP a integrar os novos alunos à universidade”, disse o pró-reitor de Graduação

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
20161021_Calouros
Como prêmio, a EEL vai abrigar, por um ano, a escultura itinerante da artista plástica Carmela Gross, recebeu uma placa comemorativa da semana, um prêmio no valor de R$ 4 mil, além do Troféu Recepção Legal – Foto: Ernani Coimbra

A Escola de Engenharia de Lorena (EEL) foi a vencedora do 18º prêmio de Semana de Recepção aos Calouros 2016, pela primeira vez, que foi entregue em cerimônia realizada no dia 20 de outubro, na Sala do Conselho Universitário da USP. A Escola de Comunicações e Artes (ECA) ficou em segundo lugar e o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) em terceiro.

Na abertura da cerimônia, o pró-reitor de Graduação, Antonio Carlos Hernandes, destacou que a premiação é uma forma de reconhecer a iniciativa de integração entre os alunos veteranos e os calouros, contou um pouco sobre a história da semana e que uma das consequências de sua realização é que o número de trotes violentos vem diminuindo a cada ano na Universidade.

O diretor da EEL, Renato de Figueiredo Jardim, ressaltou o fato de mais de 20 associações estudantis terem planejado e realizado a semana na Escola, e prometeu voltar para a premiação em 2017. “É um orgulho receber este prêmio. Toda a comunidade está de parabéns e já está se planejando para realizar a próxima semana, com o intuito de proporcionar uma boa atmosfera para os ingressantes de 2017. E, esperamos estar aqui novamente no próximo ano”, desejou Jardim.

Estamos premiando a valorização da vida universitária e da relação entre os alunos

“Esta é uma cerimônia da qual gosto de participar, pois hoje estamos premiando a valorização da vida universitária e da relação entre os alunos”, destacou o reitor Marco Antonio Zago. O dirigente disse que, além da integração entre os estudantes, a semana é uma ação educativa que gera mudança de comportamento contra a violência dentro da universidade e citou outras iniciativas da gestão para prevenir qualquer tipo de violência, como a implantação de uma nova Comissão de Direitos Humanos, desde o final de 2014, e a integração dela com a Superintendência de Segurança e o Escritório USP Mulheres.

Zago aproveitou a ocasião para parabenizar os docentes que se dedicam ao ensino da Graduação ressaltando que, “por isso é necessário mudar o sistema de avaliação docente atual, o qual não valoriza os professores que estão mais envolvidos com as atividades dentro da sala de aula”.

Prêmio

O prêmio é concedido anualmente pela Pró-Reitoria de Graduação à Unidade e ao Centro Acadêmico que organizaram a melhor programação para a Semana de Recepção aos Calouros, que marca o início do ano letivo na universidade, realizada neste ano entre os dias 15 e 19 de fevereiro, com o tema “Agora você vai vivenciar, explorar, aprender, entender, descobrir e construir muito mais”.

Por ter conquistado o primeiro lugar, a EEL vai abrigar, por um ano, a escultura itinerante da artista plástica Carmela Gross – especialmente criada para simbolizar os princípios acadêmicos da Universidade que são difundidos durante a semana: humanismo, excelência, universalismo e solidariedade –, recebeu uma placa comemorativa da semana e um prêmio no valor de R$ 4 mil, para ser usado nas atividades de graduação.

Além disso, a EEL, junto com as outras duas unidades que ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente, ECA e ICMC, também ganhou o Troféu Recepção Legal, que foi concebido pelo professor do curso de Publicidade e Propaganda da Escola de Comunicações e Artes, Heliodoro Teixeira Bastos Filho, conhecido como Dorinho. E, foram conferidos certificados de menções honrosas a todas as outras 25 Unidades que concorreram à premiação enviando os relatórios das atividades que foram desenvolvidas durante a semana.

Institucionalizada na USP em 1998, a Semana de Recepção aos Calouros tem o objetivo de promover a integração entre os novos alunos e os veteranos, e transmitir os valores cultivados pela Universidade: humanismo, excelência, universalismo e solidariedade. Durante essa semana, as aulas regulares são substituídas por atividades como gincanas, oficinas, palestras, campanhas educativas e ações sociais.

Integração dos alunos com a cidade

20161021_Calouros_Lorena
Durante a Semana da EEL, foram mais de 1.000 mil itens arrecadados, entre produtos de higiene, alimentos, roupas e brinquedos – Foto: Divulgação/Cmissão organizadora da Semana da EEL

Durante a Semana de Recepção aos Calouros da EEL foram realizadas diversas atividades, com foco no acolhimento responsável e nas ações sociais. Foram montados estandes expositivos para os calouros e familiares nos dias de matrícula, realizada uma conversa entre os coordenadores dos cursos com os pais dos estudantes, o oferecimento de um café para os ingressantes e seus familiares; atividades interativas, esportivas e gincanas promovidas entre calouros e veteranos; o plantio de árvores, palestras, arrecadação de materiais para doação.

Os seis alunos da comissão organizadora da semana na EEL, presentes no evento, destacaram que a união foi o diferencial das atividades da Escola. Porque conseguiram reunir as mais de 20 associações estudantis existentes na Unidade – como centros acadêmicos de cada curso, atlética, grêmio, comissões de formatura, entre outros – para atuarem juntas e integrar os alunos de todos os cursos. A programação foi planejada desde outubro de 2015 e, mesmo durante as férias, os alunos faziam reuniões por videoconferência para organizá-la.

Entre as atividades realizadas, eles destacam as caminhadas feitas pelos calouros e veteranos, que divididos em grupos passaram pelos bairros de Lorena arrecadando produtos de higiene, alimentos, roupas e brinquedos. Essas caminhadas ajudaram os calouros a conhecerem melhor a cidade, já que a maioria são oriundos de outros lugares, aproximá-los dos seus moradores, além de contribuir com entidades sociais. Pois, no total, foram mais de 1.000 itens arrecadados, entre eles 266 kg de alimentos. Os alimentos foram doados para três asilos e o restante do material para três instituições voltadas às crianças.

Da Assessoria de Imprensa da USP

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados