Mercado editorial, cinema e a vida íntima dos escritores

Em sua coluna desta semana, a professora Marisa Midori trata – a partir de dois filmes – das tensões que existem entre a ficção e a realidade

 12/04/2024 - Publicado há 1 mês
Por

Logo da Rádio USP

Em sua coluna desta semana, a professora Marisa Midori parte da análise de dois filmes que disputaram o Oscar para discutir os limites entre realidade e ficção e como a vida íntima dos escritores pode se confundir com sua obra. A partir dos filmes Anatomia de uma queda, de Justine Triet, e Ficção americana, de Cord Jefferson – ambos tendo como protagonistas escritores com maior ou menor fama -, a colunista traça paralelos entre a vida real e a ficção, como os autores são confundidos muitas vezes com sua obra e as tensões que cercam o mercado editorial e as exigências feitas por esse mesmo mercado.

“Em Anatomia de uma queda, a tensão editorial não é tão explícita, já que a ação se passa principalmente durante um julgamento, no qual Sandra, a protagonista e que é romancista, se defende de ter matado seu marido, que também era escritor”, explica Marisa Midori. “Diferente de Ficção americana, onde o conflito do escritor é escancarado, em Anatomia de uma queda a gente vê que uma luz foi lançada sobre Sandra, diversas esferas de sua vida se colocam a nu – e numa dessas esferas, aparece a escritora”, contextualiza a colunista. “Já em Ficção americana, o que se discute é a relação de Monk, um autor afro-americano de sucesso, com seu público e com o próprio mercado editorial. Muitas vezes essa relação é mostrada de forma caricatural em vários aspectos e com clichês.”


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar quinzenalmente, sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7; Ribeirão Preto 107,9 ) e também no Youtube, com produção da Rádio USP,  Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.