Projeto Inspire entrega milésimo ventilador pulmonar

Desenvolvido pela Escola Politécnica e fabricado em parceria com a Marinha do Brasil, o ventilador pulmonar Inspire foi idealizado para combater a pandemia da covid-19

 30/11/2021 - Publicado há 2 meses  Atualizado: 03/12/2021 as 13:39
Por
[A partir da esquerda] Vice-almirante Paulo César Colmenero Lopes, Liedi Legi Bariani Bernucci, Raúl Gonzales Lima e Vahan Agopyan – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Em uma cerimônia que reuniu dirigentes e representantes de empresas, órgãos públicos e sociedade civil, no dia 29 de novembro, a Escola Politécnica e a Marinha do Brasil celebraram a produção do milésimo ventilador pulmonar Inspire.

“A pandemia trouxe ensinamentos. Apesar das muitas perdas que tivemos nesse período, a sociedade mostrou que, se estiver unida, é capaz de enfrentar qualquer desafio. Aprendemos que a Universidade é capaz de responder às demandas da sociedade de forma rápida e eficaz; que a solução dos problemas exige um trabalho interdisciplinar; e que a colaboração nos faz avançar mais do que a competição. Fico satisfeito, ao encerrar minha gestão na Reitoria, em ver que a Universidade está mais unida, mais colaborativa. Nós salvamos vidas, fizemos a diferença”, afirmou o reitor Vahan Agopyan.

O Projeto Inspire surgiu no começo da pandemia, em março de 2020, e representou um desafio para os pesquisadores e voluntários, porque o diferencial do protótipo era viabilizar um produto adequado e viável econômica e tecnicamente para a realidade brasileira. O projeto foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em agosto, e passou a ser produzido em parceria com a Marinha.

Para a diretora da Poli, Liedi Legi Bariani Bernucci, “o Inspire é resultado de décadas de estudo, de investimentos constantes e regulares. Acreditar no conhecimento é acreditar na possibilidade de desenvolver, aqui no Brasil, equipamentos, ativar a indústria, trazer a inovação para a riqueza da sociedade. Nós acreditamos na ciência”.

Durante o evento, a diretora Liedi Bernucci foi homenageada com a medalha Amigo da Marinha, que foi entregue pelo comandante do 3º Distrito Naval, vice-almirante Noriaki Wada – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

Em pouco mais de um ano, mil equipamentos foram produzidos e distribuídos para 219 cidades de 16 Estados, inclusive, com o envio de 40 unidades para a cidade de Manaus no auge da crise sanitária que acometeu o Estado do Amazonas, em janeiro.

“Nesses 65 anos de parceria da Marinha com a USP, foram vários projetos, foram várias vitórias, mas esse projeto Inspire é o que melhor representa o sucesso que existe quando as pessoas se unem em prol da nossa sociedade. Entregamos agora o Inspire mil. Não queremos, mas se for necessário, colocaremos novamente nossa linha de produção à disposição”, ressaltou o diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), vice-almirante Paulo Cesar Colmenero Lopes.

Centro de Engenharia da Vida

No evento, organizado pela Poli e pela Associação dos Engenheiros Politécnicos, os professores Raúl Gonzalez Lima, Marcelo Knörich Zuffo e Dario Gramorelli apresentaram detalhes do projeto Inspire, suas características, as etapas de desenvolvimento e a importância do esforço das pessoas envolvidas.

Segundo Raúl Gonzalez Lima, o projeto Inspire agora entra em uma nova fase, com o desenvolvimento de funcionalidades adequadas para a telemedicina, por exemplo. Para institucionalizar e dar continuidade a essa experiência, será criado na Escola Politécnica o Centro de Engenharia da Vida.

O centro será uma coalizão de laboratórios e institutos voltados para o desenvolvimento de projetos de equipamentos de saúde. Além do caráter interdisciplinar, o centro deverá manter um forte relacionamento com a iniciativa privada.

Projeto Inspire

O Projeto Inspire surgiu em março de 2020, ainda no início da pandemia da covid-19. O objetivo da equipe de pesquisadores era desenvolver um equipamento para suporte respiratório de baixo custo, livre de patente, de rápida produção e com insumos nacionais, para oferecer uma alternativa e suprir uma eventual demanda emergencial do aparelho.

O projeto foi submetido a testes clínicos, realizados com pacientes do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, e considerado aprovado em todos os modos ventilatórios oferecidos.

O projeto teve a participação de, aproximadamente, 300 pesquisadores e voluntários de diversas unidades da USP e de outras instituições, como o Senac e o Instituto Federal de São Paulo, e contou com doações de mais de 60 parceiros da iniciativa privada.

Em setembro de 2020, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o início da produção do ventilador emergencial Inspire, que passou a ser feita em parceria com a Marinha do Brasil.

 

Rádio USP

Em entrevista ao Jornal da USP no ar 1ª edição, o professor Marcelo Zuffo, do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos e professor Raul Gonzalez, do Departamento de Engenharia Mecatrônica ambos da Escola Politécnica da USP,  falaram sobre o Projeto Inspire e a parceria para fabricação do equipamento. Ouça a entrevista na integra.

atualização em 03/12/2021 às 13h37


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.