Congresso reuniu profissionais da USP, da Unesp e da Unicamp no campus de Piracicaba

O Conpuesp teve como objetivo a integração dos funcionários e a troca de experiências bem-sucedidas e realizadas nas três universidades estaduais paulistas

 01/12/2023 - Publicado há 3 meses     Atualizado: 04/12/2023 as 15:26
(Da esq. p/ dir.) Maria Arminda do Nascimento Arruda, Pasqual Barretti, Vahan Agopyan, Antonio Meirelles e Luciano Mendes – Foto: Denise Guimarães

Trocar experiências e integrar profissionais. Sob essa máxima, foi realizado, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, no campus da USP em Piracicaba, a segunda edição do Congresso dos Profissionais das Universidades Estaduais de São Paulo (Conpuesp), evento organizado pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp).

O congresso teve como objetivo a integração dos funcionários e a troca de experiências bem-sucedidas realizadas nas três universidades estaduais paulistas. O evento foi constituído com base em cinco eixos temáticos: Administração, Gestão e Liderança; Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação; Diversidade, Inclusão e Pertencimento; Sustentabilidade; e Saúde e Qualidade de Vida.

Foram dois dias de programação que contemplou palestras, debates e apresentação de trabalhos que evidenciam casos de sucesso na administração das universidades públicas paulistas envolvidas: Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

+ Mais

USP, Unicamp e Unesp organizam nova edição de congresso dos profissionais das três universidades

Toda a programação foi realizada no Ginásio de Esportes do campus. A abertura contou com as presenças do secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Vahan Agopyan; da vice-reitora da USP, Maria Arminda do Nascimento Arruda; do reitor da Unicamp, Antonio José de Almeida Meirelles; do reitor da Unesp e presidente do Cruesp, Pasqual Barretti; e do prefeito do campus USP Luiz de Queiroz, Luciano Mendes.

Para Vahan Agopyan, o Conpuesp oportuniza o compartilhamento de informações importantes para a sociedade. “Todos esses trabalhos representam uma quantidade enorme de informação que temos para dividir e tornar acessível à sociedade. As universidades públicas paulistas têm algo importante que é a sua autonomia acadêmica, administrativa e financeira. Isso é um trunfo que se reflete no bom desempenho em vários rankings internacionais. No entanto, essa autonomia deve refletir a melhoria na gestão das universidades, tornando-as ainda mais competitivas”, afirmou.

Em sua fala, o reitor da Unicamp mostrou ser fundamental a preocupação dos servidores com relação ao seu papel dentro da Universidade. “O que me orgulha é perceber essa integração. Este evento permite que possamos melhorar o nosso papel na sociedade, e essas ações em conjunto com órgãos estaduais certamente contribuem para resolvermos problemas e demandas da sociedade”, afirmou Meirelles.

O presidente do Conselho de Reitores e reitor da Unesp destacou que “eventos como esse evidenciam a importância de compartilharmos nossas experiências e saberes. Esta ação simboliza esse grande objetivo, e os eixos temáticos desse evento são pertinentes ao atual momento das universidades, no qual respondemos com competência e eficiência aos desafios atuais, além de refletirmos sobre nossa busca constante pela excelência, ação que passa pelas mãos dos seus servidores”, refletiu Barretti.

Na parte da tarde, os servidores apresentaram suas experiências durante a Sessão de Pôsteres. Foram 200 trabalhos expostos, enquadrados entre os cinco eixos temáticos – Foto: Denise Guimarães

Para a vice-reitora da USP, o evento chama a atenção para a construção das políticas públicas das universidades do Estado de São Paulo. “Retomar eventos como esse permite que possamos repensar a própria carreira funcional dos nossos servidores como algo muito importante. Esse evento valoriza o formato acadêmico e a importância da qualidade dos profissionais das três universidades públicas paulistas estaduais, que são referência no Brasil e fora do País. Além disso, reafirma o compromisso de construirmos políticas conjuntas. Essa é uma ação de trabalho integrado, exercido solidariamente, e isso só aumenta a nossa força, além de reforçar a importância dos eixos temáticos aqui contemplados, que expressam questões fundamentais da sociedade contemporânea”, comentou Maria Arminda.

Após as falas iniciais, o público conferiu a conferência de abertura com o tema “Saúde mental e gestão da qualidade de vida no trabalho: novas fronteiras e oportunidades para o servidor público”, proferida pela professora da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária (FEA) Ana Cristina Limongi França. Na sequência, ocorreu um momento cultural com apresentação da Orquestra de Viola de Piracicaba.

No segundo dia de evento, também no Ginásio de Esportes, foram realizadas as palestras “O futuro a quem pertence”, com o professor da Unicamp, Mauro Cardoso Simões; “Movimente seu estilo de vida”, com o professor da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP, Bruno Modesto, e “3 Minhocas”, com o apresentador do programa Provoca e comentarista do Jornal da Cultura, ambos da TV Cultura, Marcelo Tas.

Na parte da tarde, os servidores apresentaram suas experiências durante a Sessão de Pôsteres. Foram 200 trabalhos expostos, enquadrados entre os cinco eixos temáticos.

Texto da Divisão de Comunicação da Esalq


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.