O desaparecimento de jornais locais cria desertos noticiosos

“Há muita pesquisa consolidada mostrando que nos desertos noticiosos o nível de corrupção nas cidades aumenta quando não há jornais presentes fazendo o seu papel independente de cão de guarda da sociedade”, afirma o colunista

 08/08/2022 - Publicado há 2 meses

O professor Carlos Eduardo Lins da Silva comenta na coluna de hoje sobre as iniciativas de jornalismo local que vêm de auxílios de fundações e fazem veículos sem fins lucrativos, sendo a maior parte dessas iniciativas de jornalismo local, e não de jornalismo regional ou internacional. “Isso significa a possível saída que o jornalismo local tem buscado”, afirma Lins da Silva.

O jornalismo local americano não tem somente se reinventado com iniciativas de auxílios de fundações, existe a iniciativa de empresas que mantêm os leitores com newsletter gratuitas e vivem de anúncios, pretendendo ampliar com assinaturas. Lins da Silva comenta, que nas cidades onde os jornais locais desapareceram, foi criado o que se chama de desertos noticiosos.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.